Após 100 dias de guerra, diplomata ucraniano apela para que países parem de importar da Rússia

Iniciado por noticias, 05, Junho, 2022, 15:02

« anterior - seguinte »

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

noticias

Após 100 dias de guerra, diplomata ucraniano apela para que países parem de importar da Rússia

Para Anatoliy Tkach, a diminuição das importações de produtos russos pelos países é 'a maneira eficaz' para diminuir recursos utilizados no financiamento do conflito. O encarregado de negócios da Embaixada da Ucrânia no Brasil, Anatoliy Tkach, apelou aos demais países do mundo, nesta sexta-feira (3), que parem de importar produtos russos.
A invasão russa à Ucrânia começou no dia 24 de fevereiro. Inicialmente, as tropas do presidente russo, Vladimir Putin, atacaram diversas regiões do país, inclusive a capital Kiev. Atualmente, o conflito se concentra na região do Donbass, no leste da Ucrânia.
Cem dias de invasão da Ucrânia: como a guerra relâmpago de Putin foi frustrada e virou um conflito de desgaste;
100 dias de guerra: Rússia não conseguiu tomar Kiev, mas tenta dominar leste da Ucrânia
O diplomata fez o apelo durante entrevista em Brasília na data em que o conflito no leste europeu completou 100 dias.
"A Ucrânia apela a todos os países do mundo: parem de comprar da Rússia qualquer coisa, só [exceto] as importações críticas. A economia russa está orientada para a exportação. E diminuir as exportações [russas] é a maneira eficaz de diminuir os recursos econômicos para continuar a agressão", afirmou Tkach.
Na avaliação de Tkach, a Rússia está "deliberadamente" destruindo a infraestrutura civil ucraniana, como casas, escolas e hospitais.
"Isso mostra que o objetivo verdadeiro [da invasão russa] é a destruição da nação [ucraniana]", declarou.
O encarregado de negócios da embaixada ucraniana também acusou a Rússia de bloquear portos pelos quais a Ucrânia exporta grãos, o que considera uma "ameaça" ao mundo "pela fome" e o que pode provocar crises alimentar e de refugiados.
Plano bilionário de reconstrução
Ainda conforme o representante ucraniano no Brasil, o governo do presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, já trabalha com especialistas em um plano de reconstrução do país invadido pela Rússia.
Segundo Tkach, a longo prazo, o custo da reconstrução será de, no mínimo, US$ 600 bilhões. Para executar o plano, a ideia é fazer parcerias financeiras com países aliados.
"Convidamos os nossos parceiros a participar da reconstrução das regiões afetadas pela agressão da Rússia", afirmou.
De acordo com o diplomata, 6,8 milhões de ucranianos já saíram do país em razão da guerra. Tkach acusou a Rússia de estar concedendo passaporte para moradores das regiões invadidas, o que, na avaliação do representante ucraniano, pode indicar que os russos querem anexar mais áreas ucranianas ilegalmente.
VÍDEOS: notícias sobre política

Source: Após 100 dias de guerra, diplomata ucraniano apela para que países parem de importar da Rússia