Britânicos vivem redenção com feriadão do Jubileu de Platina da rainha Elizabeth II

Iniciado por noticias, 03, Junho, 2022, 15:00

« anterior - seguinte »

0 Membros e 2 Visitantes estão a ver este tópico.

noticias

Britânicos vivem redenção com feriadão do Jubileu de Platina da rainha Elizabeth II


   Com mais de 200 mil eventos planejados, milhões de participantes e um bilhão de telespectadores, os britânicos se preparam para celebrar, com grande pompa, de quinta-feira a domingo, os 70 anos de reinado de Elizabeth II. Um feriadão esperado com ansiedade pela população. Fãs da família real circulam perto do Palácio de Bukingham
Phil Noble/Reuters
Uma das maiores cadeias de pubs do Reino Unido ofereceu cerveja de graça para todos os clientes para inaugurar a semana de comemorações do Jubileu de Platina da rainha Elizabeth II. Para receber o agrado, bastava usar a senha: 1952. Este é o ano da coroação da monarca, que no dia 2 de junho completa 70 anos de reinado — o mais longo da história.
Esta foi apenas uma das milhares de manifestações que marcam os festejos em todo o país durante o feriado prolongado criado especialmente para celebrar a ocasião. O entusiasmo, contudo, vai muito além da monarquia.
Cavaleiros participam de torneio de montaria por ocasião do jubileu de platina em 1º de junho de 2022
Reuters/Hannah McKay
Os britânicos vivem seu momento de redenção depois cinco anos discutindo o Brexit, mais de dois anos de pandemia, escândalos políticos e a atual disparada do custo de vida.
O mau humor dos últimos anos deve ficar de lado por enquanto. Os britânicos gostam de festa. E o Jubileu é a desculpa ideal para comemorações pomposas por todo o país.
Elizabeth II comemora 70 anos de reinado; veja 5 curiosidades
Para aproveitar a folga, milhões de pessoas devem viajar nos próximos dias, que marcarão também o final de semana mais movimentado dos últimos anos. O Reino Unido se prepara para enfrentar dificuldades nas estradas, portos e aeroportos. A expectativa é de quase 20 milhões de viagens somente por via terrestre neste período, que coincide com o recesso escolar e o início das férias de verão, as primeiras sem restrições e o medo da Covid-19.
Risco de caos aéreo
Autoridades alertam para o risco de caos aéreo, que já começou, com mais de 150 voos cancelados e bagagens perdidas. Após demissões em massa, as companhias têm pouco pessoal para lidar com um número recorde de passageiros. Atualmente, o setor conta 30 mil funcionários contra os 140 mil de antes da pandemia. E parte dos empregados remanescentes ainda enfrenta contaminações por Covid-19.
Para quem fica, o fim das restrições sanitárias também é motivo para comemorar. A empolgação é tal que o MetOffice, que monitora a meteorologia no país, anunciou com pompa e circunstância a previsão do tempo para o feriado, quando milhões devem participar de eventos ligados ao jubileu dentro e fora de casa. Mas o risco de chuva não foi excluído.
Bandeirolas e piqueniques
Fãs acampam perto do Palácio de Buckingham antes das celebrações do Jubileu de Platina da Rainha, em Londres, em 1º de junho de 2022
Phil Noble /Reuters
Boa parte das ruas de Londres está fechada e altamente policiada para receber os fãs da realeza. Bandeirolas, diferentes modelos da Union Jack e outros adereços dão ares de festa à capital, que já está lotada.
Um grande show está marcado para acontecer em frente ao Palácio de Buckingham. Durante a semana, muitos montaram acampamento nos arredores da residência real, mesmo debaixo de chuva forte, para não perder as festas.
Da sacada do palácio que ficou conhecido ao longo destas sete décadas com imagens marcantes dos Windsor, espera-se que Elizabeth II e 17 integrantes da realeza saúdem os súditos após a cerimônia de apresentação das forças armadas nesta quinta-feira. A tradição começou com a rainha Victória, a primeira monarca a acenar para o povo no local, em 1851.
Pesquisa realizada pela Associação de Governos Locais (LGA, na sigla em inglês) indica que cerca de 16 mil festas de rua devem ser realizadas pelo país. O presidente da LGA, Jamie Jameson, não escondeu a alegria em entrevista a jornais britânicos. "Depois de dois anos pesados com a pandemia da Covid-19, a gente espera que as pessoas possam brindar e celebrar com seus próximos e vizinhos".
Em Windsor, a 40 quilômetros da capital, o plano é realizar um gigantesco piquenique de rua que reunirá 1.600 pessoas em uma mesa de 500 metros de comprimento. Confirmadas as expectativas, o evento deve desbancar o piquenique realizado no Festival Internacional de Maio em Memphis, no Tennesse, nos Estados Unidos, como o maior de todos os tempos. A ideia é que o feito vá parar no Guinness, o livro dos recordes. Foi em Windsor que a rainha Elizabeth II decidiu morar desde a morte do marido, o príncipe Phillip, aos 99 anos, no ano passado. O casal deixara o Palácio de Buckingham, em Londres, durante a pandemia para se proteger do vírus no Castelo de Windsor.
Príncipe Charles: veja 5 curiosidades sobre o futuro rei britânico
Boris Johnson vai aproveitar o contexto?
As comemorações devem ajudar o primeiro-ministro, Boris Johnson, que continua, mais do que nunca, no fio da navalha. É cada vez mais forte a pressão por sua renúncia, depois dos escândalos das festinhas clandestinas das quais membros do governo, ele inclusive, participaram durante os períodos de confinamento da pandemia.
Nos últimos dias, cresceram os rumores de que deputados podem ter apoio suficiente para apresentar voto de desconfiança à sua liderança no parlamento. Mas a avaliação é a de que os quatro dias do jubileu podem ajudá-lo, mais uma vez, a por água na fervura.
Árvore genealógica da família real britânica
Arte G1

Source: Britânicos vivem redenção com feriadão do Jubileu de Platina da rainha Elizabeth II