Começa a distribuição de alimentos para os indígenas Yanomami em Roraima

Iniciado por noticias, 24, Janeiro, 2023, 03:03

Tópico anterior - Tópico seguinte

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Começa a distribuição de alimentos para os indígenas Yanomami em Roraima

Ambientalistas apontam que o garimpo ilegal nas terras indígenas agrava a crise sanitária, porque destrói a floresta, espanta a caça, contamina os rios e ainda dificulta o atendimento de saúde. Começa a distribuição de alimentos para os indígenas Yanomami em Roraima
Começou nesta segunda-feira (23) a distribuição de alimentos para os indígenas Yanomami em Roraima.
Em Boa Vista, voluntários da Ação da Cidadania preparam cestas básicas para atender os indígenas Yanomami. Força para carregar os caminhões com pelo menos mil cestas; 17 toneladas de alimentos.
"Existem vários que se juntam para fazer a diferença onde realmente necessita. Quem tem fome, tem pressa. Então, a gente tem que fazer essa força-tarefa para chegar o alimento na mesa de quem realmente está precisando, que agora é o povo Yanomami", diz Cida Cardoso, presidente da Ação da Cidadania em Roraima.
Outra força, a aérea, viaja 270 quilômetros da capital até a Terra Yanomami para entregar as doações. Ajuda que chegou tarde demais para salvar uma idosa Yanomami de 65 anos, que não resistiu.
A desnutrição atinge adultos e crianças, que sofrem ainda com surtos de verminoses e malária. Só em 2022 foram confirmados 11.530 casos de malária na reserva.
Lula visita indígenas Yanomami, promete ajuda médica e acabar com o garimpo ilegal em RR
Ministério da Saúde decreta emergência de saúde pública para combater desassistência de indígenas Yanomami
'A pior situação humanitária que já vi': os relatos de médico que foi atender os yanomami
Ambientalistas apontam que o garimpo ilegal nas terras indígenas agrava a crise sanitária, porque destrói a floresta, espanta a caça, contamina os rios e ainda dificulta o atendimento de saúde.
"Imagina as comunidades que já estavam sofrendo o impacto com o garimpo e a assistência médica não consegue chegar até essas localidades, essas comunidades indígenas, por causa de ameaças por parte de garimpeiros? Isso agravou a situação na saúde Yanomami", afirma Ivo Aureliano, advogado do Conselho Indígena de Roraima.
Os conflitos se intensificaram nos últimos dois anos, junto com a devastação ambiental no território. De 2020 para 2021, a área desmatada para garimpagem cresceu 46% e, em quatro anos, mais que dobrou: de 1,2 mil hectares para 3,2 mil hectares.
E o drama vai além do que acontece dentro da reserva. Em novembro de 2022, uma reportagem do Jornal Nacional mostrou uma investigação da Polícia Federal no Distrito Sanitário Especial Indígena Yanomami - o órgão faz parte da Secretaria de Saúde Indígena, ligada ao Ministério da Saúde.
O inquérito apurou que, dos mais de 90 tipos de remédios comprados para atender aos indígenas, menos de um terço foi entregue, deixando mais de 10 mil crianças Yanomami sem medicamentos.
Neste domingo (22), 26 crianças e dois adultos indígenas foram transferidos da reserva em um helicóptero militar para a Casa de Saúde Indígena, em Boa Vista, onde estão cerca de 700 indígenas.
O secretário de Saúde Indígena do Ministério da Saúde, Weibe Tapeba, conta a situação que encontrou:
"Eu presenciei um cenário de guerra. O Estado brasileiro estava de costas para o território yanomami, de costas para o povo yanomami. É um cenário que precisa, de fato, de algumas ações emergenciais, para já. Não dá para ficar refém do garimpo que tem atuado no território. Tive oportunidade de descer em pelo menos duas comunidades para ajudar na entrega de cestas de alimentos e, nessas ações, nós tivemos que remover pacientes em estado grave de desnutrição, malária. E nós só pudemos descer nessas três comunidades, na realidade, por conta do apoio da Força Aérea Brasileira".
Segundo o Ministério da Saúde, ainda nesta segunda-feira (23), chegam a Roraima integrantes da Força Nacional do SUS. São 13 profissionais de saúde, entre médicos e enfermeiros. Eles vão se dividir: parte fica em Boa Vista para atuar na Casa de Saúde Indígena e os demais seguem para a reserva Yanomami.

Source: Começa a distribuição de alimentos para os indígenas Yanomami em Roraima
  • Visualizações 103 
  • LEIA SEMPRE AQUI!
  • 0 Respostas




Tópicos semelhantes (5)