O que disseram líderes internacionais após encontro com Lula

Iniciado por noticias, 02, Janeiro, 2023, 23:01

Tópico anterior - Tópico seguinte

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

O que disseram líderes internacionais após encontro com Lula


   Nesta segunda-feira (2), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva se reuniu com autoridades de 15 países em Brasília. O presidente do Brasil, Luiz Inácio Lula da Silva, posa para uma foto com seu homólogo português, Marcelo Rebelo de Sousa, durante uma reunião bilateral em Brasília, em 2 de janeiro de 2023
EVARISTO SA / AFP
Nesta segunda-feira (2), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) se reuniu com as autoridades de 15 países que participaram das cerimônias de posse no domingo (1º). Confira o que elas disseram nas redes sociais e à imprensa após o encontro:
Marcelo Rebelo de Sousa, presidente de Portugal
Falando a jornalistas após seu encontro com Lula, Marcelo Rebelo de Sousa, presidente de Portugal, qualificou a reunião como "fraternal" e eficaz".
"É assim, com a família é assim. Pelo menos comigo e com presidente Lula, não precisamos de muito tempo, tratamos as questões, uma dezena fundamental de questões que tratamos", afirmou Rebelo, segundo o periódico português "Público".
Ainda de acordo com Rebelo, Lula disse que visitará Portugal em breve. Entre os compromissos, estará a entrega do Prêmio Camões ao cantor e compositor brasileiro Chico Buarque.
Além disso, os dois conversaram sobre o desenvolvimento de um plano econômico empresarial e sobre "o que é hoje presente e será cada vez mais no futuro, do digital à energia", disse Rebelo, segundo o periódico português.
Alberto Fernández, presidente da Argentina
Aliado de Lula e desafeto do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), Alberto Fernández, presidente da Argentina, afirmou que os últimos anos da relação com o Brasil foram difíceis, mas que este momento está superado. "Foi uma grande reunião também porque decidimos claramente voltar a colocar em marcha o vínculo entre Argentina e Brasil com toda a força que esse vínculo sempre teve", disse à imprensa.
Fernández afirmou que considera Lula um "líder regional" capaz de dar "impulso" à América Latina. Sem citar Bolsonaro, o presidente argentino disse o novo governo marca a "volta do Brasil a todos os fóruns internacionais".
"No dia 23 de janeiro, nos encontraremos na Argentina para avançar com ações concretas e institucionalizar esta relação, e no dia 24 nos reuniremos com a Comunidade de Estados Latino-americanos e Caribenhos", postou Fernández no Twitter.
Initial plugin text
Gabriel Boric, presidente do Chile
O presidente do Chile, Gabriel Boric, disse que conversou com Lula sobre situação da Venezuela. "Os problemas não se resolvem isolando os países", disse em coletiva de imprensa.
"Vamos trabalhar para que a integração não seja só com declarações e palavras, mas com feitos concretos que melhorem a qualidade de vida do povo, como a construção de infraestrutura comum, melhorar o intercâmbio comercial ou abordar em conjunto a crise migratória", declarou.
No Twitter, ele postou fotos do encontro. "Avançamos unidos pelo bem-estar de nossos povos!", afirmou.
Initial plugin text
Luis Arce, presidente da Bolívia
Luir Arce, presidente da Bolívia, disse no Twitter que ele e Lula concordaram em aprofundar o trabalho conjunto dos países. "[Incluindo] questões de fronteira, gás, energia elétrica, investimento e comércio", afirmou ele, no Twitter.
Initial plugin text
Guillermo Lasso, presidente do Equador
O presidente equatoriano, Guillermo Lasso, disse que conversou com Lula sobre medidas para combater a criminalidade transnacional e melhorar a segurança em ambas as nações.
"Da mesma forma, destacamos a importância de proteger a Amazônia, pulmão do planeta e importante eixo de nosso plano de governo. Concordamos com o interesse em restaurar áreas afetadas por atividades de mineração", escreveu no Twitter.
Initial plugin text
Gustavo Petro, presidente da Colômbia
Gustavo Petro, presidente da Colômbia, destacou o trecho da conversa em que falou com Lula sobre a proteção da Amazônia.
"Rumo a uma mudança na política de drogas; um Brasil garantidor da paz na Colômbia e o estudo da interligação elétrica das Américas com fontes de energia limpa", postou no Twitter.
Initial plugin text
Umaro Sissoco Embaló, presidente de Guiné-Bissau
Umaro Sissoco Embaló é presidente de Guiné-Bissau e detalhou o encontrou em seu Twitter.
"Nossas discussões se concentraram no fortalecimento das relações entre o Brasil e a África, que o presidente Lula quer priorizar", publicou.
Initial plugin text
Xiomara Castro, presidente de Honduras
Após encontrar Lula, Xiomara Castro, presidente de Honduras, comentou sobre a reunião no Twitter.
"Retomamos o caminho do desenvolvimento e das causas justas, interrompido por um golpe, fortalecendo laços de solidariedade e dignidade para trabalhar pela unidade da América Latina, e combater o modelo de corrupção neoliberal que herda a pobreza e a desigualdade", publicou.
Initial plugin text

Source: O que disseram líderes internacionais após encontro com Lula
  • Visualizações 671 
  • LEIA SEMPRE AQUI!
  • 0 Respostas




Tópicos semelhantes (5)