Primeira-ministra de Bangladesh rebate denúncias de fraude após vitória em eleição

Iniciado por noticias, 02Janeiro2019, 09:00

« anterior - seguinte »

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

noticias

Primeira-ministra de Bangladesh rebate denúncias de fraude após vitória em eleição


   Oposição se nega a aceitar o resultado e pediu nova eleição, alegando que houve manipulação generalizada; ao menos 17 pessoas morreram durante a votação. Votos da eleição em Bangladesh são contados em Dhaka, no domingo (30)
Mohammad Ponir Hossain/Reuters
A primeira-ministra de Bangladesh, Sheikh Hasina, rebateu nesta segunda-feira (31) acusações de fraude e disse que as pessoas foram às urnas com entusiasmo em uma eleição pacífica que terminou com sua aliança governista conquistando uma vitória massiva.
Hasina assegurou seu terceiro mandato consecutivo na eleição de domingo, com a aliança encabeçada por sua Liga Awami conquistando 287 das 298 cadeiras cujos resultados já foram divulgados, disse a Comissão Eleitoral.
A oposição, no entanto, se negou a aceitar o resultado e pediu nova eleição, alegando que houve fraude generalizada.
Salahuddin Ahmed, canditado do partido nacionalista para as eleições gerais, foi esfaqueado em Dhaka, neste domingo (30)
Stringer/Reuters
Hasina rebateu as denúncias de fraude e o comissário-chefe da eleição negou o pedido por uma nova votação. Segundo ele, a eleição foi conduzida de maneira pacífica.
Pelo menos 17 pessoas foram mortas durante a votação, disse a polícia, depois de uma campanha violenta na qual a oposição acusou o governo de negar igualdade de condições.
A Comissão Eleitoral disse mais cedo que estava investigando alegações de manipulação de votos "em todo o país", e Hasina disse a repórteres que a comissão tem todo o direito de fazê-lo.
Hasina já está há uma década no poder, e tem sido creditada por melhorar a economia e promover desenvolvimento, ao mesmo tempo em que é acusada de violações de direitos e repressão aos meios de comunicação e à oposição.
Sheikh Hasina faz gesto após votar no domingo (31), em Dhaka, em Bangladesh
Bangladesh Sangbad Sangstha/Handout via REUTERS

Source: Primeira-ministra de Bangladesh rebate denúncias de fraude após vitória em eleição