'Tinha que marcar audiência para ver meu avô, porque ele era muito ocupado', diz neta de Mandela

Iniciado por noticias, 23Julho2018, 15:03

« anterior - seguinte »

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

noticias

'Tinha que marcar audiência para ver meu avô, porque ele era muito ocupado', diz neta de Mandela

[html]https://s2.glbimg.com/Roeg_4jXhxvpEHWU_lz1Z_qlmvY=/i.s3.glbimg.com/v1/AUTH_59edd422c0c84a879bd37670ae4f538a/internal_photos/bs/2018/8/h/fmGRb5QAAlAuwFgh4dEw/000-17r9zx.jpg" />
   Livro reúne cartas do líder político e mostram a preocupação do Madiba com a família em 27 anos de prisão; Zamaswazi Dlamini-Mandela relata o sofrimento das mulheres da família Mandela durante o apartheid.  A neta de Mandela vivenciou o sofrimento gerado nas mulheres de sua família pelo apartheid
Jack Taylor / Pool / AFP
Quando a empresária Zamaswazi Dlamini-Mandela nasceu, em 1979, fazia 17 anos que seu avô estava preso, cumprindo pena perpétua na prisão de Robben Island, na África do Sul.
Desde criança ela notava, em especial, o sofrimento que a ausência de Nelson Mandela, um dos mais famosos líderes políticos do mundo, provocava na vida doméstica de sua família. 
Sua mãe, Zenani Mandela, tinha apenas 2 anos de idade quando o pai saiu de casa pela primeira vez e nunca mais voltou a morar com a filha.
Foi ainda pior nos períodos em que, por diversas vezes, a avó de Zamaswazi, Winnie Mandela, também esteve na prisão durante o regime do apartheid, que segregava os negros na sociedade e vigorou plenamente até 1994, quando Mandela foi eleito presidente da África do Sul. 
"Eu sempre digo que as pessoas que sofreram mais foram minha vó, minha mãe e minha tia, que estavam sem pais, sem dinheiro, sem apoio da comunidade. Quando minha vó estava presa, minha mãe e minha tia ficavam órfãs, sem ninguém para cuidar delas. E elas eram apenas crianças", diz a neta de Mandela em entrevista

TinyPortal 2.0.1 © 2005-2020