União Europeia condena suspensão de viagens imposta pelos EUA

Iniciado por noticias, 13,Março,2020,15:06:06pm

« anterior - seguinte »

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

noticias

União Europeia condena suspensão de viagens imposta pelos EUA


   'O coronavírus é uma crise global, não é limitado a qualquer continente e requer cooperação e não ação unilateral', afirmaram líderes da União Europeia. Charles Michel, presidente do Conselho da União Europeia, em 10 de março de 2020
Stephanie Lecocq/Pool/Via AP
A União Europeia criticou, nesta quinta-feira (12) a decisão unilateral de Donald Trump de restringir viagens da Europa para os Estados Unidos por causa do coronavírus, dizendo que a doença não respeita fronteiras.
OMS declara pandemia de coronavírus
GUIA ILUSTRADO: sintomas, transmissão e prevenção
Coronavírus: veja perguntas e respostas
Trump anunciou que todas as viagens para a Europa serão cortadas, mas depois autoridades dos EUA esclareceram que as restrições se aplicam a estrangeiros que estavam nas regiões da Europa que não têm controle de passaportes nos 14 dias anteriores à chegada aos EUA.
As restrições aumentarão a pressão sobre companhias aéreas que já estão sofrendo com a pandemia de coronavírus, atingindo empresas europeias com mais força, disseram analistas (veja mais abaixo). 
"A União Europeia reprova  o fato da decisão dos EUA impor um banimento à viagens que foi decidido de forma unilateral e sem consultas", disseram o presidente do Conselho da União Europeia, Charles Michel e a presidente da Comissão do bloco, Ursula von der Leyen, em um comunicado em conjunto.
Donald Trump suspende viagens da Europa para os EUA por 30 dias
"O coronavírus é uma crise global, não é limitado a qualquer continente e requer cooperação e não ação unilateral", afirmaram.
Eles rejeitaram a insinuação de Trump sobre a Europa não fazer o suficiente para combater o Covid-19. O bloco "está tomando ações significativas para limitar o espalhamento do vírus".
A área e Schengen inclui 26 países onde o bloco têm sede, incluindo França, Itália, Alemanha, Grécia, Áustria e Bélgica. Há também países como Suíça, Noruega e Islândia.
As restrições anunciadas por Trump não foram impostas ao Reino Unido, onde há 460 casos, e à Irlanda, que não é parte da área de Schengen.
Segundo o Centro Europeu para a Prevenção e Controle de Doenças, mais de 17 mil casos de Covid-19 foram confirmados na Europa, e mais de 700 pessoas morreram no continente.
Para a maior parte das pessoas, o novo coronavírus só apresenta sintomas moderados ou leves, como febre e tosse. Para alguns, especialmente os mais velhos ou pessoas com outras condições, pode ter problemas mais graves, como pneumonia. A grande maioria dos pacientes se recupera do novo vírus.
Impacto no turismo
A Estados Unidos é "uma catástrofe", afirmaram nesta quinta-feira (12) operadores turísticos franceses. A medida deve afetar cerca de 400 mil pessoas, estima setor. Hotéis da França estão preocupados com uma parada brusca da chegada de americanos.
"Esta é a pior notícia para as companhias aéreas e o pior cenário para nós", disse René-Marc Chikli, presidente do Seto, o sindicato das operadoras de turismo da França, à RFI.
Ele estima que pelo menos 100 mil franceses tinham pacotes de viagens comprados para os meses de março e abril.
O aeroporto de Ciampino, Roma, utilizado sobretudo por companhias aéreas de baixo custo, fechará as portas na sexta-feira (13), devido à pandemia do novo coronavírus, enquanto o de Fiumicino, onde se concentram os voos internacionais, reduzirá as atividades a partir de terça-feira (17).
A entidade decidiu aplicar "um plano para reduzir as operações nos terminais de passageiros de Fiumicino e Ciampino", após os "múltiplos cancelamentos" de voos para e da Itália anunciados pelas companhias aéreas que operam nos dois aeroportos da capital.
Initial plugin text

Source: União Europeia condena suspensão de viagens imposta pelos EUA

Similar topics (3)

TinyPortal 1.6.6 © 2005-2020