Mensagens recentes

Páginas: [1] 2 3 ... 10
1
LEIA SEMPRE AQUI! / Acidente de trânsito mata 11 migrantes no norte de Grécia
« Última mensagem por noticias em Ontem às 21:02:22 »
Acidente de trânsito mata 11 migrantes no norte de Grécia


   Caminhonete que levava vítimas estava sobrecarregada, bateu em caminhão que vinha no sentido contrário e explodiu em chamas.  Caminhonete destruída em acidente que matou 11 pessoas é transportada na Grécia
Intimenews/Elias Kotsireas via Reuters
A polícia grega informou que 11 migrantes morreram neste sábado depois que a caminhonete que os transportava bateu em um caminhão no norte da Grécia.
O motorista do caminhão foi transferido com vida para um hospital, enquanto todos os ocupantes da caminhonete morreram. Quatro deles viajavam no porta-malas.
O acidente aconteceu pouco depois das 5h (23h de sexta-feira em Brasília) perto da cidade de Kavala, muito perto da fronteira com a Turquia.
A caminhonete, que estava sobrecarregada, ia em direção a Salonica quando, por motivos ainda desconhecidos, se chocou com o caminhão, que vinha no sentido contrário, e explodiu em chamas.
Pessoas observam caminhão queimado após acidente que matou 11 pessoas na Grécia
Elias Kotsireas/Intimenews via REUTERS
Migração em massa
Nos últimos meses, a entrada de migrantes e refugiados pela fronteira terrestre com a Turquia se multiplicou. Segundo dados do Ministério de Migração, entre janeiro e setembro chegaram 12 mil pessoas por essa região, mas que o dobro dos 5.500 registrados durante todo 2017.
Nesse período, a polícia deteve no norte da Grécia 1.190 traficantes, aos quais se somaram outros 30 durante a primeira semana de outubro.
Source: Acidente de trânsito mata 11 migrantes no norte de Grécia
2
AREA DOS AMIGOS! / Devemos elogiar a operação condor?
« Última mensagem por marcosbr em Ontem às 16:36:34 »
Este tópico não tenta influenciar ninguém; E sim mostrar depoimentos reais. Aqueles que conheceram os bastidores secretos da época!
Nos tempos "maravilhosos" para alguns, já existia a podridão politica de hoje.

Hoje vejo muita gente que não viveu nem conhece o que é isto, defendendo o controle militar como solução mundial!
Hoje vi uma pessoa elogiando a operação CONDOR. Mas quando pedi explicações ela não soube explicar e disse que ouviu no whatsapp!  :cool:
Esta série de videos é para mostrar algumas coisas, e depois você tirar suas conclusões.
Antes de entrar num debate sobre um assunto que você não conhece... Procure fontes oficiais e depoimento de pessoas que viveram lá!
Hoje existe uma grande facilidade de saber isto, assim como acesso a documentos do SNI e DOI CODE.  Logicamente é apenas uma pequena parte...
O ministério da defesa é indispensável a soberania nacional, mas suas funções são especificas. E duvido que os militares comunguem com o retorno a repressão, e sejam contra a constituição federal! Acredito que possa existir uma minoria a favor disto.
Mas vejamos o exemplo de verdadeiros militares, e acho que são a maioria! Cumpriram seu "dever" num determinado momento, mas prevaleceu a DEMOCRACIA!

Depois de entender que "operação" é esta... veja  respostas de militares e suas opiniões!

Operação condor.

https://youtu.be/GmuWu1LXIwQ

Quero que vocês me esqueçam!

https://youtu.be/5-8deogCdYs

O bode expiatório!

https://youtu.be/jpRQp6d2xZY

https://youtu.be/KhQuwRnsNjA

https://youtu.be/oLfO-5sbbfE

https://youtu.be/QnUvotG3nIk

https://youtu.be/BocswzLPcyU


 Uma coisa interessantíssima foi esta explicação e eu concordo:
Num regime militar existe vários comandos e tomadas de decisões; Numa ditadura manda um homem só!
3
Papa aceita renúncia de cardeal dos EUA acusado de acobertar abusos sexuais


   Donald Wuerl pediu perdão pelos 'erros do passado'. Ainda não foi nomeado um substituto.  O arcebispo de Washington, Donald Wuerl, foi acusado de ajudar a ocultar abusos
Win McNamee/Getty Images North America/AFP
O Papa Francisco aceitou a renúncia do cardeal americano Donald Wuerl a sua posição de arcebispo de Washington, depois de suspeita de acobertar casos de abusos sexuais por parte de padres pedófilos, afirmou a Santa Sé nesta sexta-feira (12).
O próprio bispo Wuerl, que completará 78 anos em novembro, anunciou em setembro que pretendia apresentar sua renúncia ao pontífice. Ainda não foi nomeado um substituto. Por isso, o Papa pediu que Wuerl permanecesse como administrador apostólico da arquidiocese - semelhante a um gerente interino - até que um sucessor seja nomeado.
E em uma carta divulgada na sexta-feira, o Papa elogiou Wuerl por sua "nobreza" ao lidar com as críticas contra ele.
Wuerl respondeu dizendo que estava emocionado pelas "palavras graciosas de compreensão" do Papa e pediu perdão pelos "erros do passado".
Um extenso relatório do grande júri dos Estados Unidos divulgado em agosto revelou denúncias contra mais de 300 padres pedófilos e identificou mais de 1.000 vítimas de abuso sexual infantil encobertas durante décadas pela Igreja Católica no estado da Pensilvânia.
O relatório é considerado o mais abrangente até hoje em relação ao abuso na igreja dos EUA, mas quando os promotores entraram com acusações contra dois padres, a grande maioria dos crimes já havia prescrito.
No relatório, Wuerl, que foi bispo de Pittsburgh de 1988 a 2006, é repetidamente citado como um dos líderes da Igreja que ajudou a encobrir o escândalo. Ele enfrenta numerosos pedidos por sua renúncia, inclusive de seu próprio clero.
Na capital americana, no mês passado, Wuerl se prostrou ao chão em sinal de arrependimento em uma missa dedicada às vítimas de abusos sexuais.
O arcebispo de Washington anterior, Theodore McCarrick, foi forçado a renunciar como cardeal em julho por acusações de que abusou de ao menos dois menores de idade e seminaristas adultos. McCarrick já estava aposentado, mas continuava viajando, sobretudo para defender temas de direitos humanos.
Source: Papa aceita renúncia de cardeal dos EUA acusado de acobertar abusos sexuais
4
LEIA SEMPRE AQUI! / Como os millenials estão revertendo uma onda de divórcios nos EUA
« Última mensagem por noticias em 13,Outubro, 2018, 15:01:26 pm »
Como os millenials estão revertendo uma onda de divórcios nos EUA


   Pesquisa mostra que a taxa de divórcio nos Estados Unidos diminuiu 18% entre 2008 e 2016. Quais as razões disso? Pesquisa mostra que a taxa de divórcio nos Estados Unidos diminuiu 18% entre 2008 e 2016. O que explica isso? A BBC News ouviu cinco casais da geração millenial atrás de repostas
Arquivo pessoal
Se você é casado e um millenial, o seu relacionamento, aparentemente, tem mais chance de ser duradouro que os da geração dos seus pais.
Entre 2008 e 2016, a taxa de divórcio nos Estados Unidos caiu em 18%, de acordo com um relatório da Universidade de Maryland. Segundo a pesquisa, uma das razões para isso é que os casais nascidos entre 1980 e a metade de 1990 estão se divorciando menos que os seus parentes da geração do "baby boom".
"Casamento se tornou mais seletivo, mais estável, mesmo que a visão sobre divórcio tenha se tornado mais permissiva", sugere o relatório.
Millenials têm três vezes menos chance de se casarem que seus avós, mas aqueles que optam por se unir a alguém parecem estar seguindo adiante sem arrependimento.
Então, o que é mais importante para os millenials quando se fala em casamento? Cinco casais que se uniram recentemente nos contaram suas experiências.
Mehmet e Jacquelyn
Como muitos com quem conversamos, Mehmet Alpaslan e sua esposa namoraram por alguns anos antes de se casarem, em 2016.
Depois de um ano de relacionamento à distância, em 2013, eles decidiram morar juntos, quando Mehmet, um astrofísico, se mudou para a Califórnia, onde Jacquelyn morava.
No passado, normas religiosas e sociais faziam do casamento algo quase compulsório e - mesmo recentemente - viver junto antes do casamento poderia causar reações negativas. Embora se amem, Mehmet e Jacquelyn dizem que algumas questões práticas pesaram na decisão de casar, depois de morarem juntos por um tempo.
"Somos melhores amigos e queremos passar o resto da vida juntos. Dito isso, também estamos cientes dos benefícios legais de casar (nos EUA, como extensão dos benefícios de seguro saúde, benefícios fiscais)", explica Mehmet, ecoando o pragmatismo característico de muitos millenials.
O casal diz que assinalar a igualdade entre eles, inclusive na cerimônia de casamento, foi importante.
"Ajuda nosso casamento a florescer. Nós até caminhamos juntos até o altar."
Cody e Alex
Comparado a muitos casais com quem conversamos, Cody Andrus e Alex estão juntos há muito tempo.
Depois de se apaixonarem na universidade, em 2004, eles se casaram há sete anos. Foi um dos primeiros casais do mesmo sexo a se casarem em Nova York.
"Queríamos simbolizar o nosso comprometimento diante das pessoas que amamos", explica Cody.
"Como pessoas gays, tivemos a oportunidade de definir mais livremente o que é o casamento para nós. Não estávamos tão amarrados por entendimentos sobre papéis de gênero e pela pressão de ser ou agir de uma determinada forma. Tivemos muita liberdade."
Ele diz que o que sentem um pelo outro é muito "forte", por isso optaram pelo casamento e passaram a compartilhar mais desafios e obrigações.
Como Mehmet e Jacquelyn, ele acredita que os millenials dão valor a "respeito e igualdade" e que mais pessoas estão dispostas a esperar até encontrarem alguém que possa prover isso.
"Casamento significa compartilhar a sua vida e o amor com outra pessoa e, às vezes, colocar a felicidade de alguém à frente da sua. É sobre encontrar uma pessoa para viver essa vida louca com ela."
Jenny e Zack
Aos 30 anos, Jenny Chan Green já tinha passado por relacionamentos "tumultuados", então, ela fez uma lista do que queria num parceiro - alguém que fosse, sobretudo, "sociável e engraçado".
Meses depois de conhecer Zack Greene, em 2013, ela refletiu com cuidado sobre se deveriam viver juntos. "Eu tinha tido relacionamentos que me levaram a morar junto com a pessoa sem uma verdadeira intenção e que terminaram mal", explica Jenny.
Ter independência e meios financeiros para definir o rumo dos seus relacionamentos são características que marcam vários millenials da primeira geração.
"Isso foi crucial para me ajudar a achar alguém que eu respeitasse e que inspirasse o meu respeito. A gente brinca que, como feminista, eu não preciso de um homem - tenho um porque queria Zack especificamente", diz ela.
A tecnologia também ajudou millenials a conhecer diferentes tipos de pessoas.
"Os aplicativos de paquera ajudam as pessoas a se encontrarem e as expõem a tipos variados, personalidades diferentes. Eu sinto que muitos casamentos modernos começam mais tarde, depois que as pessoas tiveram a oportunidade de aprender com os relacionamentos fracassados", sugere Jenny.
O casal disse que optou pelo casamento porque queria demonstrar a todos o comprometimento com a relação. "Queríamos uma cerimônia e fazer os votos na frente das pessoas que mais amamos. Algumas pessoas não se preocupam com rótulos, mas, nesse estágio do nosso relacionamento, defini-lo nos ajuda a lembrar que é algo firme."
Esse comprometimento ajuda Jenny e Zack a atravessarem momentos difíceis e desavenças.
"É importante reconhecer quando você precisa de ajuda. Quando Zack e eu começamos a brigar com mais frequência, nós fomos a um terapeuta de casal e isso nos ajudou a resolver os problemas antes que eles se tornassem intransponíveis", diz ela.
"Estar casados nos ajuda a lembrar que respeitamos um ao outro, e que a comunicação, embora seja bem menos conveniente que simplesmente ficar bravo ou chateado, é chave para resolver nossas diferenças."
Helena e Kelly
Helena e Kelly Carvalho-Lewis se conheceram na internet quando Helena morava no Brasil e Kelly, em Nova York.
Depois de oito meses, Helena se mudou para os Estados Unidos e, um mês depois, elas se casaram.
"Nós nos casamos porque estavamos completamente apaixonadas. Nenhuma de nós é religiosa, mas a espiritualidade e a ideia de que fomos feitas uma para a outra guiaram nossa decisão."
Helena diz que fazer a cerimônia no Brasil, em vez de uma simples assinatura de papéis nos Estados Unidos, foi transformador para o relacionamento delas.
"Eu acredito na importância de rituais. Casamento é um comprometimento público. Claro que isso não significa que vai dar certo, mas você está prometendo que vai tentar. Num relacionamento de longo prazo (sem casamento), você ainda não tem certeza disso, não está pronto para um comprometimento final."
Casadas há 18 meses, elas dão a dica para o sucesso no relacionamento. "Respeito é muito importante. Considere os sentimentos, desejos e sonhos da outra pessoa como você leva os seus próprios em consideração. E não deixe coisas pequenas se tornarem algo grande demais", diz Helena.
Natalie e Quincy
Natalie Seale acredita que ela e Quincy se encontraram por obra do destino. Eles se conheceram sete anos atrás em Edimburgo, na Escócia, apresentados por um amigo em comum.
Natalie é britânica e Quincy, do Texas (EUA). Como os dois viajam muito, não conseguiram viver juntos até se casarem, em 2016.
A fé cristã dos dois e a espiritualidade foi chave na decisão de casar. "Quando você considera o casamento como um pacto - um recomeço, uma nova promessa, uma nova família - ele tem um significado profundo", explica.
Os dois acreditam que sua independência e experiência de vida permitiram que o relacionamento fosse diferente do da geração dos seus pais.
"Um casamento é algo muito mais forte quando você pode ser você mesma e amar a outra pessoa como ela é e por tudo o que ela quer ser."
Source: Como os millenials estão revertendo uma onda de divórcios nos EUA
5
LEIA SEMPRE AQUI! / Países do G24 pedem às grandes economias que parem com guerra comercial
« Última mensagem por noticias em 12,Outubro, 2018, 21:02:26 pm »
Países do G24 pedem às grandes economias que parem com guerra comercial

Comunicado do grupo afirma que todos os mercados emergentes foram 'afetados negativamente' pela volatilidade excessiva do fluxo de capital. Ministros das Finanças de países em desenvolvimento do grupo de 24 nações cujas economias têm sido afetadas pela agitação dos mercados pediram às principais economias nesta quinta-feira (11) que reformem o sistema comercial global, em vez de descartá-lo.
Os mercados emergentes têm sofrido com saídas de capital, pressionando suas moedas e elevando os custos de empréstimos conforme investidores evitam ativos de risco devido à intensificação das tensões comerciais entre EUA e China e ao aumento da taxa de juros nos Estados Unidos.
O G24 reúne países em desenvolvimento e emergentes, incluindo o Brasil.
O comunicado do G24 divulgado durante as reuniões do Fundo Monetário Internacional e do Banco Mundial afirma que todos os mercados emergentes foram "afetados negativamente" pela volatilidade excessiva do fluxo de capital.
"As incertezas comerciais e as condições financeiras e monetárias constituem crescentes vulnerabiliades à dívida. A melhora da sustentabilidade da dívida depende de um ambiente externo de comércio e financeiro melhor, financiamento contingencial oportuno e o fluxo adequado de financiamento concessional para países de baixa renda", disseram os ministros do G24 no comunicado.
"Pedimos às principais potências que reformem e reforcem em vez de descartarem o sistema comercial global baseado em regras."
O G24 também pediu ações do FMI e do Banco Mundial para ajudar a aumentar a capacidade para gerenciamento fiscal e da dívida em países de baixa renda, onde a dívida como proporção do PIB subiu de 33% para 47% nos últimos cinco anos.
Source: Países do G24 pedem às grandes economias que parem com guerra comercial
6
LEIA SEMPRE AQUI! / Terremoto de magnitude 6 atinge ilha indonésia de Java e causa mortes
« Última mensagem por noticias em 12,Outubro, 2018, 09:01:11 am »
Terremoto de magnitude 6 atinge ilha indonésia de Java e causa mortes


   Epicentro foi no mar, a 10.3 km de profundidade de 40 km ao leste da ilha de Java, segundo o Serviço Geológico dos Estados Unidos. Três pessoas morreram após o desabamento de suas casas.  Foto distribuída por agência governamental mostra danos causados por terremoto que atingiu o distrito de Sumenep, na ilha de Java, na Indonésia, na quinta-feira (11, horário local)
Handout/Badan Nasional Penanggulangan Bencana/AFP
Um terremoto de magnitude 6 atingiu as ilhas indonésias de Java e Bali na madrugada desta quinta-feira (horário local), informou o Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS).
Três pessoas morreram esmagadas após o desabamento de suas casas no distrito de Sumenep, no leste de Java, indicou o porta-voz da agência nacional de desastres, Sutopo Purwo Nugroho.
O terremoto ocorreu às 18h44  (15h44 em Brasília) ao nordeste da ponta oriental de Java, a cerca de 40 km da ilha, e a uma profundidade de 10.3 km, segundo o USGS. Foi sentido em Denpasar, capital de Bali, ilha muito frequentada por turistas.
Foto distribuída por agência governamental mostra interior de casa atingida por terremoto no distrito de Sumenep, na ilha de Java, na Indonésia, na quinta-feira (11, horário local)
Handout/Badan Nasional Penanggulangan Bencana/AFP
O sismo também foi sentido em Surabaia, a capital de Java Oriental, situada a 200 km de Situbondo, a localidade mais próxima ao epicentro.
O diretor do serviço geológico indonésio indicou que não há, por enquanto, registros de vítimas ou danos. "O tremor não provocou um tsunami", disse à agência France Presse Dwikorita Karnawati.
No dia 28 de setembro, a Indonésia foi atingida por um terremoto de magnitude 7.5, seguido por um tsunami, que deixaram quase 2 mil mortos e mais de 5 mil pessoas desaparecidas. A busca por corpos ainda não foi encerrada e está marcada para terminar justamente na quinta-feira (11).
O terremoto do final de setembro, porém, atingiu outra região do país, especialmente a cidade de Palu e seus arredores, na ilha de Sulawesi.
Source: Terremoto de magnitude 6 atinge ilha indonésia de Java e causa mortes
7
LEIA SEMPRE AQUI! / Meteorologista americana apresenta previsão do tempo com bebê nas costas
« Última mensagem por noticias em 11,Outubro, 2018, 15:01:27 pm »
Meteorologista americana apresenta previsão do tempo com bebê nas costas


   Susie Martin disse que queria promover o uso do sling, pano usado para carregar bebês no corpo. Vídeo viralizou nas redes sociais. Meteorologista Susie Martin apresenta a previsão do tempo com seu filho em um sling
Reprodução/ Twitter/ Praedictix Weather
Uma meteorologista dos Estados Unidos levou seu filho de 1 ano ao trabalho para ajudar a divulgar os benefícios do uso do sling, pano usado para carregar bebês também conhecido como canguru.
Susie Martin, que é meteorologista e diretora de operações da empresa Praedictix, apresentou a previsão do tempo com o filho "amarrado" nas costas.
Ela disse que participava da Semana Internacional de Babywearing (prática de carregar bebês no sling) e queria ajudar a promover o uso do acessório. “Pensei em trazer meu assistente hoje, ele vai ajudar a nos guiar pela previsão”, disse ao se apresentar.
Assista ao vídeo abaixo:
Initial plugin text
No tuíte, a empresa escreveu: “Nossa previsão nacional de hoje é apresentada por @smartinWX e um convidado especial. Infelizmente, o assistente foi encontrado dormindo no trabalho. Pedimos desculpas pelo inconveniente”.
No tuíte acima, a empresa escreveu: “Nossa previsão nacional de hoje é apresentada por @smartinWX e um convidado especial. Infelizmente, o assistente foi visto dormindo no trabalho. Pedimos desculpas pelo inconveniente”.
Em entrevista à rede ABC, Martin defendeu o sling como uma “ferramenta maravilhosa”. “Queria promover essa ferramenta maravilhosa que está me ajudando como mãe. Acredito que é uma maneira de o bebê ficar confortável. Foi bom para mim, pessoalmente, porque eu podia ser multitarefa enquanto dava conforto ao meu bebê”, disse.
O vídeo, gravado e divulgado na última sexta-feira (5), viralizou nas redes sociais e ganhou o apoio de mães e pais que defendem os benefícios do sling.
Source: Meteorologista americana apresenta previsão do tempo com bebê nas costas
8
O chocante caso do casal de serial killers suspeito de vender partes dos corpos de suas vítimas


    Promotoria do Estado do México havia publicado anúncio procurando o casal suspeito do desaparecimento de uma mulher, mas acabou descobrindo que eles podem estar por trás de pelo menos dez assassinatos
Promotoria Estado do México via BBC
Um casal preso no México transportando corpos humanos em um carrinho de bebê é suspeito de matar ao menos dez mulheres e de vender pedaços das vítimas.
"São fatos inéditos, nunca havíamos nos deparado com tal coisa antes", disse o promotor do Estado do México Alejando Gómez Sánchez, que classificou os casos como "feminicídios em série", uma vez que as investigações indicam que a maioria das vítimas era de mulheres.
Foram encontradas quatro bolsas de plástico com restos humanos no apartamento do casal, identificado como Juan Carlos e Patricia, em um terreno baldio e em outra propriedade próxima.
Para os investigadores, a dupla também guardava corpos das vítimas em cubos cheios de cimento, em baldes e em um frigobar e os vendia. Ainda não está claro quem os comprava.
A polícia chegou ao casal depois de investigar o desaparecimento de Nancy Huitron, em 6 de setembro
Promotoria Estado do México via BBC
Depois de ter sido detido na quinta-feira, Juan Carlos confessou ter matado 20 mulheres no município de Ecatepec, na região metropolitana da Cidade do México.
Os feminicídios são comuns no México, mas muitas vezes acabam impunes. A confissão do casal deixou o país indignado e motivou protestos nas ruas de Ecatepec.
Os vizinhos afirmaram que toda vez que viam Juan Carlos e Patricia eles estavam empurrando um carrinho de bebê, o mesmo em que a polícia encontrou as partes dos corpos das vítimas.
A polícia prendeu os dois depois do desaparecimento, em setembro, de Nancy Huitron, de 28 anos, e de sua filha, de apenas dois meses de idade, Valentina.
Juan Carlos confessou ter assassinado Huitron. Também revelou o nome de outras duas vítimas: Arlet Olguín, de 23 anos, e Evelyn Rojas, de 29 anos.
Os investigadores disseram que Juan Carlos contou ter abusado sexualmente de algumas mulheres antes de matá-las. Também confessou ter vendido os pertences das vítimas e partes do corpo delas.
Initial plugin text
Nancy, Arlet e Evelyn eram mães solteiras e haviam desaparecido nos últimos meses.
A polícia chegou até o casal ao investigar o sumiço de Nancy Huitron. Como ela não buscou as duas filhas mais velhas na escola, um vizinho avisou a polícia. A bebê havia, segundo os investigadores, sido vendida pelo casal. Agora Valentina está sob os cuidados da avó.
Impunidade
Para a polícia, as vítimas conheciam Juan Carlos e Patrícia, porque compravam deles roupa e comida. Patricia costumava atrair as pessoas com a desculpa de mostrar alguns produtos.
Quando foram presos, os dois pediram para tomar um banho e trocar de roupa antes de serem apresentados à imprensa - eles disseram que não eram "um casal sujo".
Também não demonstraram nenhum tipo de remorso. "Eles não mostram sinais de culpa pelo que fizeram, mostram felicidade", disse o promotor Gómez.
O Estado do México é a região com o maior número de mulheres desaparecidas no país. Entre janeiro e abril deste ano, 395 pessoas desapareceram naquele estado, das quais 207 eram mulheres.
Os desaparecimentos concentram-se principalmente em áreas violentas, controladas geralmente por gangues.
Source: O chocante caso do casal de serial killers suspeito de vender partes dos corpos de suas vítimas
9
Governo francês lança campanha contra excessos em festas de recepção de calouros

Iniciativa surgiu após morte de estudante de 20 anos na universidade em Rennes, na Bretanha. Em setembro do ano passado, um estudante morreu durante uma celebração em uma faculdade na Bretanha.
A ministra do Ensino Superior francesa, Frédérique Vidal, reunirá nesta quarta-feira (10) associações de estudantes e universidades para assinar um guia de "bom comportamento" destinado aos jovens que organizam as festas de boas-vindas aos calouros das universidades. O documento será distribuído aos alunos.
O governo também lançará uma campanha de sensibilização, que trará um vídeo com o depoimento da família de David, estudante de Odontologia que morreu durante a festa que marcava sua entrada na universidade em Rennes, na Bretanha.
O jovem, de 20 anos, morreu em setembro de 2017, no fim de semana antes do início das aulas. Dormindo pouco, bebendo muito, David se sentiu mal durante a noitada. Deixado num canto, ele foi encontrado morto no dia seguinte. A autópsia revelou que o estudante tinha 3,7g de álcool no sangue.
Uma situação que não deveria nunca mais se repetir, disse seu irmão, Sébastien, em entrevista à rádio francesa France Info. Ele participa da campanha do governo francês, que busca conscientizar os estudantes sobre os riscos do coma etílico nesse tipo de comemoração.
“Nessa idade, não acreditamos que podemos morrer durante uma noitada ou um fim de semana de festa”, declara. “Por isso é preciso que alguém fique de olho nas pessoas que estiverem correndo algum tipo de risco, ou uma unidade de pronto atendimento no local”, defende Sébastien.
Bom senso
Para o Ministério do Ensino Superior, bastam algumas regras de bom senso para evitar o drama, sem necessariamente proibir as celebrações. Uma das propostas é limitar o estoque de álcool nas festas para no máximo quatro copos por participantes, propondo bebidas sem álcool no fim da festa. O governo também aconselha formar os organizadores para identificar as vítimas de coma alcoólico.
Source: Governo francês lança campanha contra excessos em festas de recepção de calouros
10
LEIA SEMPRE AQUI! / Sem puxar sardinha...
« Última mensagem por marcosbr em 09,Outubro, 2018, 22:31:13 pm »


Pode mudar tudo, mas parece que ninguém consegue mudar esta porcaria! Pessoas fazendo montagem e inventando mentiras.           
Deveriam ser presos mesmo. E podem ser!
Fazer campanha, elogiar, homenagear o seu candidato é compreensível...




Mas a politica não depende deste tipo de coisa. Nem qualquer candidato apoia isto! (eu acho)

A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, afirmou neste domingo (7) que o Ministério Público Federal (MPF) deverá fazer uma apuração rigorosa dos casos de notícias falsas divulgadas durante o período eleitoral. Segundo ela, casos que possam mudar as intenções dos eleitores devem ser investigados e punidos pelas autoridades de segurança, conforme a lei.

Pessoas de mau caráter tentando influenciar "idiotas" e o pior é que conseguem... Esta na internet é verdade!

Vejam estes dois exemplos e me digam quem ganha com isto.






A podridão politica já contaminou alguns eleitores!
Páginas: [1] 2 3 ... 10