Com 10 tatuagens de Messi e Maradona, recifense quer festejar título da Argentina e gravar taça na pele: 'Pegaria primeiro voo', diz

Iniciado por noticias, 09, Dezembro, 2022, 21:04

Tópico anterior - Tópico seguinte

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Com 10 tatuagens de Messi e Maradona, recifense quer festejar título da Argentina e gravar taça na pele: 'Pegaria primeiro voo', diz


   Professor de educação física Adriano Lima diz que paixão pelo futebol do país vizinho surgiu por influência do pai e após decepção com a Seleção Brasileira. Tatuagem de Maradona e Messi mostra o fanatismo do recifense Adriano Lima pelo futebol argentino
Reprodução/WhatsApp
Com a vitória da Argentina sobre a Holanda, nesta sexta (9), o recifense Adriano Lima, de 30 anos, faz planos para a conquista da Copa do Catar. Caso a equipe branca e celeste vença, o professor de educação física disse que fará uma enorme tatuagem do atacante Lionel Messi erguendo a taça. Ele já tem na pele dez desenhos do camisa 10  e do ex-craque Diego Maradona, que morreu em 2020.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Adriano Lima disse também que planeja ir para Buenos Aires, capital argentina, em caso de conquista do Mundial da Fifa.
"Pegaria o primeiro voo e passaria uma semana lá comemorando", afirmou o professor de educação física, que se diz fanático pela seleção do país vizinho.
Tatuagem homenageia Diego Maradona
Reprodução/WhatsApp
As homenagens aos jogadores argentinos estão em toda a perna esquerda e em parte das costas. A planejada imagem de Messi com a taça completaria a parte que falta no dorso.
Adriano não tem parentes no país vizinho. A paixão pelo futebol argentino começou por inspiração do pai que, apesar de não ser fã de futebol, sempre parava para assistir a partidas de Diego Maradona. "Maradona era imortal para ele", contou Adriano.
Após a Copa de 2006, na Alemanha, Adriano estava chateado com o desempenho da Seleção Brasileira, que perdeu para a França, nas quartas de final.
tatuagem mostra como Maradona fez gol contra Inglaterra na Copa de 86
Reprodução/WhatsApp
Na época, Messi começava a despontar no Barcelona e o recifense começou a acompanhar as partidas do atacante.
"Nas Olimpíadas de 2008, eu ainda não tinha camisa da Seleção da Argentina, porque estava apenas acompanhando. Mas, na Copa de 2010, eu já tinha e já torcia por eles", afirmou.
A primeira tatuagem, porém, só viria anos depois. Em 2017, Adriano juntou um dinheiro e fez sua primeira viagem para o país vizinho. "Tive a oportunidade de conhecer a cultura, tudo de perto. Futebol lá é religião", lembra.
Na volta, fez a primeira imagem, que mostra Messi e Maradona abraçados, vestidos com a camisa da Seleção Argentina.
Torcida
A experiência foi tão positiva, que o recifense voltou para Buenos Aires para assistir de lá aos jogos da Copa de 2018.
"Na Argentina, quando sabem que sou brasileiro e torço para a seleção deles, os caras me param e tiram foto", afirma Adriano.
No Brasil, a recepção não é a mesma. "As pessoas que torcem pela Seleção Brasileira me zoam muito. Às vezes, pessoas que nem me conhecem, quando sabem, ficam zoando. Mas hoje eu levo numa boa", lamenta.
A paciência para lidar com a rivalidade veio com o tempo. "No começo, eu ficava mais fervoroso. Com o passar do tempo, fui me tranquilizando. Vendo que não adianta perder a amizade. Embora eu tenha esse lado fanático, é um jogo de futebol", explica.
Por outro lado, a torcida já fez com que ele fizesse vários amigos argentinos e de outras nacionalidades que admiram os mesmos jogadores.
Adriano disse que, uma vez, foi jantar em um restaurante italiano, no Recife, e o chef não quis que ele pagasse a conta, porque havia nascido em Nápoles, cidade onde Maradona jogou entre 1984 e 1991.
Copa do Catar
Camisa e foto de Maradona fazem parte da coleção de Adriano Lima
Reprodução/WhatsApp
Até agora, o pernambucano está satisfeito com o desempenho da Argentina na Copa do Catar. "Eu acredito que vai chegar até a final", diz.
"E, se chegar, eu acredito que, pela Copa que Messi vem fazendo, que a vitória será dele", projeta. Foi assim que surgiram os planos para o possível resultado do Mundial.
"Eu fecharia as minhas costas com uma tatuagem do Messi com a taça. E eu iria para a Argentina, para curtir lá",  declarou.
Adriano tem foto com o atacante da atual seleção argentina Lautaro Martínez
Reprodução/WhtasApp
Questionado sobre o motivo de querer comemorar a vitória em Buenos Aires, Adriano diz saber que a experiência seria diferente de acompanhar o resultado no Brasil. "Eu vi como é a Copa lá. A forma de as pessoas sentirem e de torcerem não se explica", diz.
Na coleção de fotos, Adriano aparece ao lado do atacante Lautaro Mantínez, que fez o último gol na disputa de pênaltis contra a Holanda.
Também tem fotos com camisas da seleção argentina. Em uma delas, é possível observar a inscrição: "Dios Maradona", ou 'Deus Maradona".  Adriano posou ao lado de uma estátua do ex-craque, em Buenos Aires.
Adriano posou ao lado de estátua de Maradona, em Buenos Aires
Reprodução/WhatsApp
VÍDEOS: mais vistos de Pernambuco nos últimos 7 dias

Source: Com 10 tatuagens de Messi e Maradona, recifense quer festejar título da Argentina e gravar taça na pele: 'Pegaria primeiro voo', diz
  • Visualizações 674 
  • LEIA SEMPRE AQUI!
  • 0 Respostas




Tópicos semelhantes (5)