Com previsão de entrega para o meio do ano, obras do BRT são alvo de reclamações em Campinas

Iniciado por noticias, 13Fevereiro2021, 15:01

« anterior - seguinte »

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

noticias

Com previsão de entrega para o meio do ano, obras do BRT são alvo de reclamações em Campinas

Iniciada em 2017, intervenção teve um investimento de R$ 450 milhões. Em entrevista à EPTV, secretário de Infraestrutura afirmou que obra deve ser finalizada até o meio do ano. Secretário de Infraestrutura de Campinas esclarece dúvidas sobre obras do BRT
Iniciadas em 2017 com a proposta de beneficiar 450 mil pessoas a partir de um investimento de R$ 450 milhões, as obras inacabadas do Corredor BRT são alvo de reclamações dos usuários em Campinas (SP). Em entrevista à EPTV, afiliada da TV Globo, o secretário de Infraestrutura, Carlos José Barreiro, discutiu o andamento das intervenções e estabeleceu a previsão de entrega para o meio deste ano.
"Até o meio deste ano nós estaremos com tudo concluído. Temos dois grandes viadutos que não afetam o desempenho do sistema e estarão sendo executados também. Os ônibus estão numa licitação que está em andamento, que deverá, se tudo correr bem, ficar concluída junto com o término das obras", garantiu.
Em dezembro de 2020, o ex-prefeito Jonas Donizette (PSB) anunciou a "entrega" do Corredor BRT 100% operacional, apesar do status indicar 96% de corredores pavimentados e 94% das obras concluídas. Segundo a prefeitura, ainda há seis pendências com conclusão prevista para 2021 - veja detalhes abaixo.
Obras com conclusão prevista para 2021
Conclusão do viaduto na Avenida Camucim sobre a linha férrea (Corredor Ouro Verde) - até julho;
Finalização dos terminais Campos Elíseos (até março para uso do sistema convencional e BRT até julho) e Ouro Verde (previsão até agosto);
Trecho entre Terminal Mercado e Vila Aurocan (Corredor Campo Grande) - até março;
Trecho entre Vila Aurocan até o Itajaí, que inclui passagem sob o viaduto da Anhanguera - até abril;
Viaduto na Avenida John Boyd Dunlop sobre a Rodovia dos Bandeirantes (Corredor Campo Grande) - até dezembro;
Viaduto na altura da Avenida Transamazônica (Corredor Campo Grande) - conclusão em dezembro.
Obras do BRT, em Campinas (SP), causaram transtornos para moradores
Reprodução/EPTV
Reclamações e expectativas
No Jardim Novo Campos Elíseos, as obras realizadas na Rua Piracicaba estão, segundo moradores, paradas há pelo menos seis meses. "De vez em quando vêm aí uns dois ou três [funcionários], dá uma capinada, porque plantaram grama e já virou mato. Até isso aí é dinheiro público que foi perdido", diz o comerciante Marcos Luz.
"É fácil de perceber que foi um erro grosseiro de engenharia. É uma rotatória que não é rotatória, é uma meia rotatória. Interditaram o fluxo, quem desce não consegue subir e quem sobe não consegue descer, causando conversões proibidas", reclama o morador.
O porteiro Edicarlos Reis, que mora na região do Campo Grande e trabalha no Centro, afirma que as reformas implementadas nos últimos anos cortaram o tempo de percurso entre a casa e o trabalho em cerca de 20 minutos. Segundo ele, a liberação total das obras deve melhorar ainda mais o trajeto.
"Tá agilizando, porque ele [ônibus] vai ter o corredor pra isso, pra passar reto sem pegar trânsito. [...] Não vejo a hora, tem que terminar tudo, porque eu acho que já tinha que ter terminado faz tempo", afirma o porteiro.
Mato alto em obras do BRT no Jardim Novo Campos Elíseos
Reprodução/EPTV
Próximos passos
A obra do Corredor BRT prevê a entrega de 36,6 km de corredores, ligando a região central aos distritos do Ouro Verde e Campo Grande. Ao todo, são 36 estações, sete terminais e 18 pontes e viadutos, incluindo o primeiro viaduto estaiado da cidade.
Em relação ao trecho próximo ao Terminal Ouro Verde, o secretário explica que a obra está sendo realizada por etapas. "A primeira etapa, que já está pronta, é o sentido Centro/bairro. Todo o pavimento já está pronto e liberamos recentemente. Agora, nós estaremos finalizando até o final de fevereiro o sentido bairro/Centro".
"Enquanto isso vai acontecendo, nós finalizaremos a estrutura do próprio terminal, que é a construção da estação e a passarela com elevadores que vai ter ali, para permitir que todo mundo tenha fácil acesso", afirma Carlos José Barreiro.
Obras preveem entrega de 36 estações, sete terminais e 18 pontes e viadutos
Reprodução/EPTV
Veja mais notícias da região no G1 Campinas

Source: Com previsão de entrega para o meio do ano, obras do BRT são alvo de reclamações em Campinas

Similar topics (5)