Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos conversa ao telefone com Celso Amorim sobre Guerra da Ucrânia

Iniciado por noticias, 20, Abril, 2023, 03:02

Tópico anterior - Tópico seguinte

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos conversa ao telefone com Celso Amorim sobre Guerra da Ucrânia


     Casa Branca anunciou que Jake Sullivan e Celso Amorim também trataram sobre relações bilaterais e globais. Ligação foi feita nesta terça-feira (18). Conselheiro de Segurança Nacional do governo dos Estados Unidos, Jake Sullivan, em foto de arquivo
Leah Millis/Reuters
O Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos, Jake Sullivan, conversou com o assessor internacional do presidente Lula, Celso Amorim, pelo telefone sobre a Guerra da Ucrânia, nesta terça-feira (18). A informação da ligação foi divulgada pela Casa Branca.
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Além da guerra, a Casa Branca informou que Sullivan e Amorim trataram sobre relações bilaterais e globais.
"Eles discutiram uma série de questões bilaterais e globais, incluindo a guerra da Rússia contra a Ucrânia, a cooperação contínua para combater a mudança climática e proteger o meio ambiente, o G20 e nossos esforços compartilhados para salvaguardar as instituições democráticas", afirmou em comunicado.
O telefonema acontece após os Estados Unidos criticarem falas do presidente Lula sobre a guerra. Nos últimos dias, o petista acusou os EUA e países da Europa de prolongarem o conflito ao fornecerem armas para a Ucrânia se defender.
Após as falas de Lula, o porta-voz do Conselho de Segurança Nacional dos Estados Unidos, John Kirby, disse que o Brasil "está papagueando a propaganda russa e chinesa sem observar os fatos em absoluto".
Já nesta terça-feira, a secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre, disse que o Brasil está errado ao argumentar que os Estados Unidos estão encorajando a guerra.
Mais cedo, ao blog da Ana Flor, Celso Amorim disse que Lula está buscando um caminho de paz no conflito entre Rússia e Ucrânia e que "não está apontando o dedo para ninguém".
"Lula não quis ofender ninguém", afirmou Amorim.
Ainda nesta terça-feira, durante almoço no Palácio do Itamaraty com o presidente da Romênia, Lula amenizou o tom e condenou a "violação da integridade territorial" da Ucrânia.
"Precisamos criar urgentemente um grupo de países que tente sentar-se à mesa tanto com a Ucrânia como com a Rússia para encontrar a paz", declarou.
VÍDEOS: mais assistidos do g1

Source: Conselheiro de Segurança Nacional dos Estados Unidos conversa ao telefone com Celso Amorim sobre Guerra da Ucrânia
  • Visualizações 100 
  • LEIA SEMPRE AQUI!
  • 0 Respostas




Tópicos semelhantes (5)