Declaração de Havana cita desafios científicos e tecnológicos de países em desenvolvimento

Iniciado por noticias, 18, Setembro, 2023, 22:14

Tópico anterior - Tópico seguinte

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Declaração de Havana cita desafios científicos e tecnológicos de países em desenvolvimento


     O documento apresenta em 46 pontos o papel da ciência, da tecnologia e da inovação. Reunião entre líderes do G77 e China termina neste sábado após dois dias.  Lula em pronunciamento na reunião de líderes do G77, em Cuba
Ricardo Stuckert/Presidência da República
Este sábado (16) foi declarado como o "Dia da Ciência, Tecnologia e Inovação no Sul" pelos líderes do G77 e China, que assinaram uma Declaração de Havana. O documento apresenta 46 pontos e enfatiza a necessidade de uma ordem econômica e social mais igualitária.
"Observamos com profunda preocupação as disparidades existentes entre os países desenvolvidos e em desenvolvimento em termos de condições, possibilidades e capacidades para produzir novos conhecimentos científicos e tecnológicos", diz um trecho.
A pandemia de Covid-19 e seus reflexos foram citados como um exemplo da necessidade de reiterar o "urgente o reforço da solidariedade global e da cooperação internacional e do apoio aos países em desenvolvimento".
Em seu discurso, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) cobrou dos países mais ricos investimentos no financiamento de ações nos países em desenvolvimento para combate ao desequilíbrio climático.
Em uma crítica às grandes potências, Lula afirmou que os países em desenvolvimento não têm "a mesma dívida histórica dos países ricos pelo aquecimento global".
Realizado em Havana, capital de Cuba, o encontro se encerrou após dois dias de debates sobre os desafios atuais de desenvolvimento. O G77 reúne mais de 130 países em desenvolvimento que integram o sistema das Nações Unidas (ONU). A China também enviou representante para o encontro.
Reunião com presidente cubano
Ainda neste sábado, Lula terá uma reunião bilateral com Miguel Díaz-Canel. Líder esquerdista, o presidente cubano faz parte de um regime que governa a ilha desde 1959
No encontro, chefes de Estado pretendem reforçar as relações entre os dois países, que se afastaram durante a gestão de Jair Bolsonaro (2019-2022).
Após a reunião, Lula embarcará para Nova York. Na próxima terça-feira (19), o presidente faz o discurso de abertura da Assembleia-Geral da ONU. Nos Estados Unidos, está previsto um encontro do petista com Joe Biden.
Em Havana, Lula diz que embargo imposto pelos EUA a Cuba é 'ilegal'

Source: Declaração de Havana cita desafios científicos e tecnológicos de países em desenvolvimento
  • Visualizações 33 
  • LEIA SEMPRE AQUI!
  • 0 Respostas




Tópicos semelhantes (5)