Engenheiro civil é nomeado presidente do Deracre quase quatro meses após 3ª fase da Ptolomeu

Iniciado por noticias, 07, Julho, 2023, 01:48

Tópico anterior - Tópico seguinte

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Engenheiro civil é nomeado presidente do Deracre quase quatro meses após 3ª fase da Ptolomeu


     Professor José Roberto Lima Murad, mais conhecido como Beto Murad, foi nomeado pelo governador Gladson Cameli para o cargo deixado por Petrônio Antunes, afastado em março deste ano durante a 3ª fase da Operação Ptolomeu e exonerado em junho. Professor Beto Murad assumiu a presidência do Deracre
Arquivo/Secom
O Departamento de Estradas de Rodagem, Infraestrutura Hidroviária e Aeroportuária do Acre (Deracre) já tem um presidente efetivo. Nesta quinta-feira (6), o governo do Estado nomeou o engenheiro civil e professor da Universidade Federal do Acre (Ufac), José Roberto Lima Murad, mais conhecido como Beto Murad, para o cargo.
O professor assume a vaga deixada por Petrônio Aparecido Chaves Antunes, afastado do cargo durante as investigações da 3ª fase da Operação Ptolomeu, que apura corrupção e lavagem de dinheiro na gestão. O diretor de Portos e Aeroportos, Sócrates José Guimarães, assumiu o cargo após a saída do ex-gestor.
LEIA TAMBÉM:
PF apreende bens em operação contra lavagem de dinheiro que investiga governador do Acre, Gladson Cameli
Após operação da PF, governador do Acre diz que está colaborando com as investigações
Carros de luxo, moto aquática, dinheiro, bolsas de grife e joias estão entre itens apreendidos na 3ª fase da Operação Ptolomeu
Operação Ptolomeu: gestores afastados pela PF há três meses são exonerados pelo governo do Acre
Operação Ptolomeu: gestores afastados pela PF são substituídos pelo governo do Acre
Murad é engenheiro civil há 27 anos, formado pela Ufac com experiências nas áreas de estruturas e meio ambiente, e doutor em engenharia civil pela Universidade Federal Fluminense (UFF). Ele também tem especialização em gestão de recursos ambientais pela União Educacional do Norte.
Além de Petrônio Antunes, três secretários e outro gestor do alto escalão do governo foram afastados. Em junho, os servidores foram exonerados e nomeados novos gestores.
Socrátes Guimarães permaneceu como presidente interino do Deracre até a nomeação de Beto Murad.
Operação Ptolomeu
A operação contra corrupção e lavagem de dinheiro na cúpula do governo do Acre, intitulada "Ptolomeu", chegou à terceira fase no dia 9 de março com o cumprimento de 89 mandados de busca e apreensão em seis estados e no Distrito Federal.
Ptolomeu: entenda operação da PF que mira corrupção na cúpula do governo do Acre
A ação foi iniciada em 2021 e investiga, entre outros, o governador do Acre, Gladson Cameli (PP). A terceira fase da operação foi deflagrada a partir de investigações da Polícia Federal, da Procuradoria-Geral da República, da Receita Federal e da Controladoria-Geral da União.
Na época, o STJ determinou o bloqueio de R$ 120 milhões em bens dos investigados, incluindo valores em contas bancárias, aeronaves, casas e apartamentos de luxo.
No Acre, equipes da PF fizeram buscas em gabinetes da Casa Civil, Secretaria de Fazenda do estado e outros órgãos
Arquivo
Operação anterior
Em dezembro de 2021, Cameli já tinha sido alvo da primeira fase da operação. O político se elegeu governador do Acre em 2018 e foi reeleito para um segundo mandato no ano passado. Na época, 41 mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão foram deflagrados. O Superior Tribunal de Justiça (STJ), que autorizou a operação, determinou o afastamento das funções públicas dos envolvidos.
De acordo com a PF, na operação da época, foram apreendidos, no total:
Seis veículos, estimados em R$ 1,7 milhão;
R$ 600 mil em espécie, entre dólares, euros e reais;
33 relógios e 10 joias de alto valor, totalizando mais de R$ 1 milhão, aproximadamente;
R$139 mil reais em celulares apreendidos.
Também em 2021, Gladson Cameli afirmou que tinha a consciência "tranquila" e que a polícia estava cumprindo seu papel de apurar denúncias.
"Quem não deve, não teme. Não devo, não temo e quero que fique até o final, se tiver coisa errada vai para a rua [o servidor] e tem que prestar contas à sociedade, porque é dinheiro público", disse à época.
Já na segunda fase, deflagrada ainda em dezembro de 2021, a PF disse que foi detectado que servidores públicos estavam obstruindo a investigação.
Reveja os telejornais do Acre

Source: Engenheiro civil é nomeado presidente do Deracre quase quatro meses após 3ª fase da Ptolomeu
  • Visualizações 54 
  • LEIA SEMPRE AQUI!
  • 0 Respostas




Tópicos semelhantes (5)