Escolas dos EUA poderão diminuir distância entre carteiras de alunos

Iniciado por noticias, 22Março2021, 03:01

« anterior - seguinte »

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

noticias

Escolas dos EUA poderão diminuir distância entre carteiras de alunos

A recomendação é que as mesas possam ficar a cerca de um metro de distância. Com isso, abre-se a possibilidade de que mais alunos voltem às aulas. Crianças a dois metros de distância umas das outras em escola na cidade de Louisville, nos EUA, em 17 de março de 2021
Amira Karaoud/Reuters
O governo dos Estados Unidos mudou as diretrizes das medidas de combate ao coronavírus e permitiu que, nas escolas, as carteiras dos alunos possam ficar a uma distância de menos de um metro --até esta sexta-feira (18), o espaço deveria ser de quase dois metros.
Nos EUA, presidente Joe Biden quer reabrir escolas até maio
Com isso, abre-se a possibilidade para que as escolas possam reabrir com mais alunos.
A recomendação foi dos Centros para Controles e Prevenção de Doenças (CDC, na sigla em inglês).
Com essa mudança, a meta de Joe Biden, de reabrir as escolas para milhões de crianças, fica mais próxima de ser concretizada.
Uma parte grande das escolas continua com as aulas remotas no país.
A nova orientação aplica-se a alunos do jardim da pré-escola até o ensino médio.
A exceção são alunos que estão em regiões de alta contaminação. Esses devem se manter a quase dois metros de distância.  
Ao interagir com professores e funcionários, o espaço também deve ser de cerca de dois metros.
O CDC analisou dados de um estudo feito no estado de Massachusetts em que viram que um espaço menor não impactava as transmissões de Covid-19 entre alunos com máscaras sentados em suas carteiras.
Muitas escolas não têm salas de aulas suficientemente grandes para que o espaço entre as carteiras seja de quase dois metros.
Além das máscaras e da distância, as escolas também precisam fazer testes. O governo dos EUA se comprometeu a destinar US$ 10 bilhões para comprar testes para alunos, professores e profissionais da educação.
O governo pretende vacinar todos os professores e os outros funcionários de escola até o fim do mês de março.
A agência ainda recomenda quarentena para qualquer um que entrou em contato com uma pessoa contaminada.
Veja os vídeos mais assistidos do G1

Source: Escolas dos EUA poderão diminuir distância entre carteiras de alunos

Similar topics (5)