Família de Bruna Valeanu confirma morte da jovem em Israel

Iniciado por noticias, 10, Outubro, 2023, 23:17

Tópico anterior - Tópico seguinte

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Família de Bruna Valeanu confirma morte da jovem em Israel


     Brasileira estava desaparecida desde sábado, ao ser rendida por terroristas do Hamas em uma festa rave. Família de Bruna Valeanu confirma morte da jovem em Israel
A família de Bruna Valeanu, brasileira que estava desaparecida em Israel desde sábado (7), confirmou a morte da jovem no fim da manhã desta terça-feira (10).
A estudante estava na festa rave Universo Paralello com amigos quando terroristas do Hamas chegaram e iniciaram o ataque que já é considerado o pior contra Israel das últimas décadas.
Mais cedo, já havia sido confirmada a morte de Ranani Nidejelski Glazer, que estava na mesma rave. Ainda há uma brasileira desaparecida nos conflitos: Karla Stelzer Mendes.
Ranani Nidejelski Glazer
Reprodução/Instagram
 
Ataque aéreo, fuga pelo deserto e carros destruídos: a ação do Hamas em rave
O DJ Juarez Petrillo, pai dos DJs Alok e Bhaskar, filmou o momento em que o festival foi interrompido (veja abaixo). De acordo com o jornal "The Times of Israel", ao menos 260 corpos foram encontrados no local.
✅Siga o novo canal do g1 Rio no WhatsApp e receba as notícias do Grande Rio direto no seu celular.
Bruna Valenau está entre os três brasileiros que estão desaparecidos em Israel
Reprodução
Vídeos mostram sequência da invasão do Hamas na rave Universo Paralello
Notícia pelo Exército
O g1 conversou com Florica, irmã mais velha de Bruna, que também vive em Israel. Segundo Florica, o Exército israelense comunicou ter encontrado o corpo da estudante. O enterro está previsto para a noite desta terça (tarde no Brasil).
"Minha mãe teve um pressentimento nesse dia, ela não sabia que a festa seria perto de Gaza. Minha mãe falou: 'Bruna, não vai na festa'. Minha mãe teve esse pressentimento", contou Florica, mais cedo.
LEIA TAMBÉM:
Primeiro avião que vai resgatar brasileiros na área de conflito chega a Israel
Israel diz ter encontrado 1.500 corpos de integrantes do Hamas; número não inclui 1.770 mortos já confirmados
Namorada de brasileiro morto sobreviveu: 'Você salvou minha vida'
Quem era Bruna
Bruna Valeanu
Reprodução
A jovem de 24 anos vivia em Israel havia 8 anos e estudava comunicação e marketing. Lá também moram a mãe e Florica. Outra irmã, Nathalia, permaneceu no Rio de Janeiro.
Das três, Bruna era a que mais sabia falar hebraico — e o idioma foi mais uma dificuldade na busca de informações.
"Ela [Bruna] foi para esta festa, estava com um grupo grande de amigos, muitos brasileiros e israelenses. Ela acabou se separando, na hora do ataque, das outras amigas dela, que já se salvaram. Ela ficou em um grupo onde estava o Liam, um amigo do trabalho, que é israelense", contou Nathalia.
"Sendo muito sincera, a minha melhor esperança é que ela tenha sido sequestrada. Porque se não, eu acho que é isso, ela não sobreviveu", havia dito Nathalia ao g1 nesta segunda-feira (9), antes da confirmação da morte de Bruna.
Bruna Valeanu
Reprodução
"A última coisa que conseguimos foi a localização dela por mensagem. Era uma localização perigosa, onde os terroristas entraram armados em caminhonetes, tanques, motos", disse a irmã da carioca.
"Ela disse que ouvia muitos tiros e tinha muitas pessoas feridas. E ela estava no meio de um mato, mas era um lugar que estava meio cercado", lembrou.
Notas de pesar
A Federação Israelita do Estado do Rio de Janeiro (Fierj) divulgou uma nota de pesar lamentando a morte de Rnani e Bruna:
"Lamentamos profundamente e prestamos nossa solidariedade às famílias de Ranani Nidejelski Glazer e Bruna Valeanu, brasileiros mortos nos ataques terroristas do Hamas em Israel, bem como de todas as vítimas dos atentados no país. Nos unimos a todas as famílias que sofreram perdas inesperadas, abruptas, sem a possibilidade de despedida.  Reiteramos nosso repúdio ao terrorismo e temos esperança que o conflito se encerre o quanto antes.  Baruch Dayan HaEmet." 
O Ministério das Relações Exteriores também manifestou pesar pela morte da brasileira:
"O governo brasileiro lamenta e manifesta seu profundo pesar com a morte da cidadã brasileira Bruna Valeanu, de 24 anos, natural do Rio de Janeiro, segunda vítima dos atentados ocorridos no último dia 7 de outubro em Israel.
Ao solidarizar-se com a família, amigas e amigos de Bruna, o governo brasileiro reitera seu total repúdio a todos os atos de violência contra a população civil."
Outra brasileira desaparecida
Karla Stelzer Mendes
Reprodução
Karla Stelzer Mendes, carioca de nascimento e com cidadania israelense, também estava na Universo Paralello. Ela mora no país com o namorado, com quem se relaciona há seis anos, e tem um filho de 19 anos, que faz parte do Exército local.
As últimas mensagens enviadas para a família foram na manhã de sábado (7), no começo do ataque terrorista do Hamas. O namorado de Karla também está desaparecido.
"Está muito difícil, tudo. Mas a gente tem fé que a Karla está viva e a gente vai encontrá-la", disse Patrícia Hallak, amiga de Karla.

Source: Família de Bruna Valeanu confirma morte da jovem em Israel
  • Visualizações 52 
  • LEIA SEMPRE AQUI!
  • 0 Respostas




Tópicos semelhantes (5)