Mãe de criança que foi trancada em espécie de 'jaula' em creche fala pela primeira vez do caso: 'Espero justiça'

Iniciado por noticias, 04, Julho, 2023, 01:43

Tópico anterior - Tópico seguinte

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Mãe de criança que foi trancada em espécie de 'jaula' em creche fala pela primeira vez do caso: 'Espero justiça'


     Menino de dois anos foi trancado em uma espécie de "jaula", em uma creche em Sorocaba (SP). Prefeitura informou que caso é investigado pela corregedoria municipal e que o processo ocorre em sigilo. Corregedoria da Prefeitura de Sorocaba investiga servidora que teria deixado criança de 2 anos trancada em 'jaula' para correção
Arquivo Pessoal
A mãe do menino, de apenas dois anos, que foi trancado em uma espécie de "jaula", no Centro de Educação Infantil (CEI) 7, no bairro Santa Rosália, em Sorocaba (SP), falou pela primeira vez do caso nesta segunda-feira (3). A situação ocorreu em 25 de maio, mas apenas foi divulgado no último mês.
Em entrevista ao g1 e à TV TEM, a mãe da criança, Andreza de Maceda, de 37 anos, detalhou como soube do caso e como foi sua busca por respostas e justiça.
Psicóloga explica prejuízos do 'cantinho do pensamento'
Conforme Andreza, no dia em que o filho dela ficou trancado no "cercadinho de areia", ela foi chamada pela direção da escola quando foi buscar o menino.
"Imaginei que era uma casinha de brinquedo que ele foi colocado preso, lá. Falaram que era um cantinho de areia. Nem imaginei que fosse aquele espaço enorme, trancado daquele jeito", relata Andreza.
Em primeiro momento, ela não teve acesso às imagens e precisou bater de porta em porta para encontrar quem fez os vídeos em que a criança aparece chorando e pedindo por ajuda.
"Uma senhora falou que sabia quem tinha filmado, mas a família estava com receio. Eu disse que só queria agradecer porque eu chamo ela de anjo do meu filho, anjo do meu bebê. Ela foi além do que deveria. Como uma estranha, ela foi uma leoa para mim. Ela foi mais do que uma família porque ela denunciou no Conselho Tutelar, na Secretaria da Educação, e exigiu que eles comparecessem."
Andreza afirma que não teve ajuda da Prefeitura de Sorocaba e que apenas foi encaminhada ao Grupo de Pesquisa e Assistência ao Câncer Infantil (Gpaci) para que o filho fosse ouvido e ela também prestasse depoimento. O Conselho Tutelar fez todo o acompanhamento da família.
"Espero justiça e que isso não pare só nos canais de televisão, porque daqui a pouco isso vai ser mais uma notícia. Infelizmente, isso vai passar. Vai ficar a imagem pesada para mim, para o meu filho, para o futuro dele. Ele falar 'mãe, eu que era a criança?', porque isso vai ficar, isso não vai sair mais. Então, eu quero tirar essa imagem do menino da jaulinha, sabe? E eu quero trazer a imagem do meu filho de verdade. Um menino alegre, feliz, amoroso."
À TV TEM, a Prefeitura de Sorocaba informou que o caso foi imediatamente apurado, tão logo chegou a denúncia à Corregedoria-Geral do município.
"Por força de lei, o processo ocorre em sigilo e todas as providências cabíveis estão sendo tomadas. Foi determinado o imediato afastamento da servidora da educação pelo prefeito Rodrigo Manga, cujos atos supostamente imputados a ela estão sendo investigados. Todos os eventuais envolvidos no caso estão sendo igualmente investigados e serão responsabilizados, se assim as apurações concluírem. A criança recebe todo amparo do município, tendo sido feito seu encaminhamento à Escuta Especializada do Gpaci. O município continuará tomando todas as providencias cabíveis, repudiando e não admitindo qualquer tipo de episódio nesse sentido."
 Brinquedo como motivo
Conforme o advogado da família da criança, a situação teria ocorrido por causa de um brinquedo quebrado. Rodrigo Rollo afirma que o menino foi punido, ficando de 40 minutos a uma hora no local (veja o vídeo abaixo).
Corregedoria investiga servidora que teria deixado criança de 2 anos presa em 'jaula'
MP pede explicações à prefeitura
No dia 22 de junho, o Ministério Público (MP) pediu esclarecimentos à Secretaria de Educação Municipal no prazo de dez dias. O MP também pediu que a Polícia Civil investigue o caso.
No dia seguinte, a Polícia Civil esteve no CEI 07. Representantes da creche e do Conselho Tutelar foram ouvidos e uma perícia também foi feita na unidade.
A prefeitura informou que afastou a responsável no dia 23 de junho, quase um mês após o ocorrido.
Segundo a prefeitura,  os esclarecimentos solicitados pelo Ministério Público foram todos respondidos pelo município.
"Importante frisar que a situação se trata de um caso isolado e que não reflete, de maneira alguma, a excelência do serviço realizado pelos servidores públicos municipais, tampouco pela rede municipal de ensino de Sorocaba", detalhou a prefeitura, em nota.
Polícia Civil investiga caso de maus-tratos infantis em creche de Sorocaba (SP)
Diogo Nolasco/TV Tem
Veja mais notícias da região no g1 Sorocaba e Jundiaí
VÍDEOS: assista às reportagens da TV TEM

Source: Mãe de criança que foi trancada em espécie de 'jaula' em creche fala pela primeira vez do caso: 'Espero justiça'
  • Visualizações 36 
  • LEIA SEMPRE AQUI!
  • 0 Respostas




Tópicos semelhantes (5)