Mesmo após fala de Macron, diplomatas avaliam que negociações sobre acordo Mercosul-UE devem continuar

Iniciado por noticias, 09, Dezembro, 2023, 02:25

Tópico anterior - Tópico seguinte

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Mesmo após fala de Macron, diplomatas avaliam que negociações sobre acordo Mercosul-UE devem continuar

Acordo é negociado desde 1999, e presidente francês disse, no fim de semana, que é contra assinatura. Em resposta, Lula disse que, se acordo não for concluído, 'paciência'. Presidente Lula está na Alemanha onde deve discutir acordo entre Mercosul e União Europeia
Integrantes da diplomacia brasileira avaliaram nesta segunda-feira (4) à GloboNews que, mesmo diante da fala do presidente francês Emmanuel Macron contra o acordo comercial entre Mercosul e União Europeia, as negociações entre os dois blocos devem continuar.
O acordo é negociado desde 1999. Em 2019, com a conclusão de uma parte das conversas, foi iniciada a fase de revisão. Desde então, os dois grupos mantiveram as negociações, mas não chegaram a um entendimento final.
A União Europeia, por exemplo, incluiu a previsão de sanções em caso de descumprimento de metas ambientais, o que não foi bem recebido pelo Mercosul. O Brasil, por sua vez, passou a reivindicar regras sobre as chamadas compras governamentais (por entender que a medida estimula a indústria nacional).
No último fim de semana, ao participar da COP28, Emmanuel Macron se disse contra o acordo, acrescentando, que o texto foi "mal remendado". Questionado sobre esta declaração, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva afirmou que, se o acordo não for fechado, "paciência".
"Se não tiver acordo, paciência, não foi por falta de vontade. A única coisa que tem que ficar clara é que não digam mais que é por conta do Brasil. E que não digam mais que é por conta da América do Sul", disse o presidente brasileiro.
Nesta segunda, diplomatas disseram à GloboNews acreditar que as negociações vão continuar, uma vez que, segundo relato deles, a Comissão Europeia segue interessada no fechamento do acordo.
Conforme esses diplomatas, Macron sempre foi contra o termo, mas isso não impediu o andamento das negociações com o grupo.
Na semana passada, Lula se encontrou com a presidente da comissão, Ursula Von der Leyen. Em junho, ela esteve em Brasília e disse esperar a conclusão do acordo ainda neste ano, porque já está na "linha de chegada".
Presidência brasileira do Mercosul
O Brasil assumiu a presidência rotativa do Mercosul em julho deste ano – o grupo também é formado por Argentina, Paraguai e Uruguai e cada país comanda o bloco por um período de seis meses.
A cúpula do grupo sob presidência do Brasil está marcada para a próxima quinta (7), no Rio de Janeiro. E a expectativa entre diplomatas era anunciar, durante a reunião, a conclusão do acordo comercial com a União Europeia.
Além das conversas com a UE, o Mercosul mantém negocia acordos com a EFTA (países europeus que não integram a União Europeia), Canadá, Indonésia e Vietnã, por exemplo.

Source: Mesmo após fala de Macron, diplomatas avaliam que negociações sobre acordo Mercosul-UE devem continuar
  • Visualizações 2.491 
  • LEIA SEMPRE AQUI!
  • 0 Respostas




Tópicos semelhantes (5)