Pela segunda vez no mês, Carajás e Baixo Amazonas atingem 100% de ocupação nos leitos clínicos para Covid-19

Iniciado por noticias, 16Janeiro2021, 03:00

« anterior - seguinte »

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

noticias

Pela segunda vez no mês, Carajás e Baixo Amazonas atingem 100% de ocupação nos leitos clínicos para Covid-19

Dados o Governo do Pará revelam que a taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 87% nessas localidades.  Hospital Regional do Sudeste do Pará, em Marabá, atende 22 municípios da região.
Sidney Oliveira / Agência Pará
As regiões do Carajás e do Baixo Amazonas estão com todos os leitos clínicos exclusivos para a Covid-19 ocupados nesta sexta-feira (15). De acordo com a da Secretaria de Saúde do Pará (Sespa), todos os 25 leitos de enfermaria das duas regiões estão lotados. Dados da plataforma de monitoramento da Sespa também revelam que a taxa de ocupação dos leitos de UTI está em 87% nessas localidades.
De acordo com a Governo do Pará, existem 20 leitos clínicos na região de Carajás e outros cinco na região do Baixo Amazonas. Todos estão ocupados por pacientes com Covid-19. Já em relação aos leitos de UTI, 36 dos 39 existentes na região de Carajás estão ocupados. No Baixo Amazonas, 12 dos 16 leitos estão lotados.
Essa não é a primeira vez que as regiões alcançam 100% de ocupação nos leitos clínicos. Na terça (5), todos os oito leitos clínicos da região estavam ocupados. Nesse período, o Governo do Pará criou mais leitos de enfermaria na região, o que fez cair a taxa de ocupação. No entanto, nos últimos 10 dias, mais pessoas foram internadas e, mais uma vez, as regiões chegaram a ocupação máxima.
Apenas três hospitais públicos estaduais atendem essas regiões. Em Carajás, os pacientes com o novo coronavírus são atendidos pelo Hospital Regional Doutor Geraldo Veloso, em Marabá, e pelo Hospital Regional de Tucuruí. Já no Baixo Amazonas, os pacientes com Covid-19 são atendidos no Hospital Regional do Baixo Amazonas, em Santarém.
Segundo a Sespa, juntas, as duas regiões (Baixo Amazonas e Carajás), possuem 37 municípios. Isso corresponde a 25% de todas as cidades do Pará
Na média geral do estado - somando todas as regiões do Pará -, a porcentagem de ocupação dos leitos de UTI exclusivos para Covid-19 é de 70%. Já os de enfermaria estão 45% ocupados.
Governo endurece medidas no Baixo Amazonas
Pacientes em busca de atendimento na unidade descentralizada em Santarém
Elton Pereira/Tv Tapajós
Por meio das redes sociais, o governador do Pará, Helder Barbalho, anunciou nesta sexta-feira (15) que uma edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE) sairá neste sábado (16) com a revisão de bandeiramento para o Baixo Amazonas. A região sairá da bandeira laranja para a vermelha, que significa alto risco de contágio para a doença.
O bandeiramento leva em consideração a capacidade hospitalar controlada e a evolução em fase decrescente de contaminação pela Covid-19 nas regiões do Estado.
O governador também ressaltou que o Estado já iniciou planejamento para abertura de novos leitos na região do Baixo Amazonas.
"Estamos começando a receber pedidos de leitos clínicos e de UTI na região, então nós já estamos com planejamento de ampliação para abertura. Até o final do dia de hoje, nós estaremos apresentando essa estratégia, como também, o abastecimento de oxigênio para essas cidades da região. É fundamental que se tenha a precaução, medidas de isolamento, e prevenção para proteger a nossa população neste momento. Peço aos prefeitos para que fiquem atentos caso sejam necessários fazerem seus próprios decretos para proteger a vida de todos", disse o governador.

Source: Pela segunda vez no mês, Carajás e Baixo Amazonas atingem 100% de ocupação nos leitos clínicos para Covid-19

Similar topics (5)