Mensagens recentes

#1
LEIA SEMPRE AQUI! / Israel e Venezuela, temas espi...
Última mensagem por noticias - Hoje at 00:20
Israel e Venezuela, temas espinhosos entre Lula e Antony Blinken


     Judeu e enteado de um sobrevivente do Holocausto, secretário de Estado encontra presidente brasileiro após comparação polêmica entre ações de Netanyahu e Hitler e silêncio sobre perseguições do regime Maduro Secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, em reunião com Lula no Palácio do Planalto
Ricardo Stuckert/PR
Temas espinhosos permeiam o encontro entre o secretário de Estado americano, Antony Blinken, e o presidente Luiz Inácio Lula da Silva nesta quarta-feira (21) em Brasília.
A equivalência entre Israel e o Holocausto, descrita em discurso pelo presidente brasileiro no fim de semana, o terceiro veto dos EUA a uma declaração de cessar-fogo na guerra em Gaza no Conselho de Segurança da ONU, as perseguições do regime Maduro a seus opositores na Venezuela e a morte suspeita do dissidente russo Alexei Navalny.
✅ Clique aqui para seguir o canal de notícias internacionais do g1 no WhatsApp
Estes assuntos mais afastam do que unem os dois. Neto de um judeu húngaro que fugiu de pogroms na Rússia, Blinken tem uma história pessoal com o Holocausto e o antissemitismo. O padrasto Samuel Pisar sobreviveu a quatro anos de confinamento imposto pelo regime nazista em três campos de concentração e teve forte influência na formação do atual secretário de Estado. 
Falecido em 2015, Pisar relatou sua experiência nos campos de extermínio de Dachau, Auschwitz e Majdanek num livro de memórias, que, segundo Blinken, deveria ser leitura obrigatória e "um lembrete para todas as gerações do dever contínuo de nunca esquecer".
O encontro com Lula no meio de uma crise diplomática entre Brasil e Israel provocada pela comparação do presidente entre as ações de Netanyahu a de Hitler deverá ser, no mínimo, constrangedor para o secretário de Estado. Mas ele poderá atuar também como ponta do nó para desatar o impasse diplomático entre os governos brasileiro e israelense.
EUA e Brasil guardam diferenças em relação à condução da guerra em Gaza. O governo americano usou, nesta terça-feira (20), pela terceira vez o seu poder de veto no Conselho de Segurança para barrar um cessar-fogo em Gaza — posição diametralmente oposta à do Brasil — sob o argumento de que a resolução não vinculava a trégua à libertação dos reféns do Hamas.
Em relação à Venezuela, EUA e Brasil estiveram diretamente envolvidos nas negociações entre governo e opositores, que resultaram na assinatura do Acordo de Barbados, em outubro passado. O pacto previa instrumentos para garantir a realização das eleições este ano, mas rapidamente azedou em função das perseguições contínuas do regime aos opositores.
 A candidata María Corina Machado, principal adversária de Nicolás Maduro, está inelegível, proibida de concorrer às eleições deste ano. O governo prendeu dezenas de opositores, acusados pelo regime de estarem envolvidos em planos conspiratórios para assassinar o presidente-ditador.
Entre eles, está a advogada e defensora de direitos humanos Rocío San Miguel, diretora da ONG Foro Ciudadano — o que gerou protestos de mais de 100 entidades, além do governo americano, da UE e da ONU. O regime Maduro expulsou do país os funcionários do Alto Comissariado de Direitos Humanos da ONU.
Blinken, que está no Brasil para a reunião de chanceleres do G20 deve pedir ao presidente brasileiro empenho do governo para assegurar eleições livres na Venezuela. Até agora, Lula, contudo, silenciou em relação às medidas arbitrárias de Maduro, assim como, ostentando cautela, disse preferir aguardar as investigações sobre as circunstâncias da morte do dissidente russo Alexei Navalny.
Secretário de Estado dos Estados Unidos, Antony Blinken, chega ao Brasil para encontrar Lula

Source: Israel e Venezuela, temas espinhosos entre Lula e Antony Blinken
#2
LEIA SEMPRE AQUI! / EUA dizem não concordar com fa...
Última mensagem por noticias - Ontem at 00:02
EUA dizem não concordar com fala de Lula comparando ofensiva de Israel em Gaza ao Holocausto


     O porta-voz afirmou que os EUA não consideram que houve genocídio na Faixa de Gaza e que, apesar da discordância, os governos dos americanos e o do Brasil se envolvem em diversas questões em conjunto. EUA: Não concordamos com a declaração de Lula
O porta-voz do Departamento de Estado dos Estados Unidos (órgão equivalente ao Ministério de Relações Exteriores), Matthew Miller, afirmou nesta terça-feira (20) que os EUA não concordam com a declaração do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), que disse comparou a ação de Israel na Faixa de Gaza ao Holocausto —o extermínio de judeus na Segunda Guerra Mundial.
"Nós já fomos bastante claros ao dizer que não acreditamos que houve um genocídio na Faixa de Gaza. Queremos que o conflito acabe o mais rápido possível. Queremos que aumente a assistência humanitária para os civis. Mas não concordamos com esses comentários", disse Miller.
Ele afirmou que os EUA e o Brasil se envolvem em conjunto em diversas questões e que isso não vai mudar.
✅ Clique aqui para seguir o canal de notícias internacionais do g1 no WhatsApp
Ministro de Israel voltou ao tema
O Ministério de Relações Exteriores de Israel voltou ao tema da fala de Lula. Em um post em português nas redes sociais nesta terça-feira (20), o ministro das Relações Exteriores israelense, Israel Katz, classificou a comparação feita por Lula de "promíscua e delirante", e reafirmou que Lula "continuará sendo persona non grata em Israel" até que se desculpe.
"Presidente do Brasil @LulaOficial, milhões de judeus em todo o mundo estão à espera do seu pedido de desculpas. Como ousa comparar Israel a Hitler?  É necessário lembrar ao senhor o que Hitler fez? Levou milhões de pessoas para guetos, roubou suas propriedades, as usou como trabalhadores forçados e depois, com brutalidade sem fim, começou a assassiná-las sistematicamente. Primeiro com tiros, depois com gás. Uma indústria de extermínio de judeus, de forma ordeira e cruel", diz um trecho da mensagem.
Em outro trecho, o ministro defende a ação em Gaza:
"Israel embarcou numa guerra defensiva contra os novos nazistas que assassinaram qualquer judeu que viam pela frente. Não importava para eles se eram idosos, bebês, deficientes. Eles assassinaram uma garota em uma cadeira de rodas. Eles sequestraram bebês. Se não tivéssemos um exército, eles teriam assassinado mais dezenas de milhares".
Por fim, conclui:
Que vergonha. Sua comparação é promíscua, delirante. Vergonha para o Brasil e um cuspe no rosto dos judeus brasileiros. Ainda não é tarde para aprender História e pedir desculpas. Até então - continuará sendo persona non grata em Israel!"
Initial plugin text
O governo Lula não pedirá desculpas, segundo a colunista Daniela Lima, e voltará a reprovar publicamente a ação de Israel em Gaza.
Lula é declarado 'persona non grata' em Israel
A medida ocorre um dia depois de o próprio Katz ter declarado Lula "persona non grata", em pronunciamento em hebraico ao lado do embaixador brasileiro em Israel, Frederico Meyer.
Mais de 24 mil pessoas já morreram no conflito entre Israel e Hamas, que começou no início de outubro de 2023, após o grupo terrorista ter invadido o território israelense.
O termo "persona non grata" (alguém que não é bem-vindo, em tradução livre) é um instrumento jurídico utilizado nas relações internacionais para indicar que um representante oficial estrangeiro não é mais bem-vindo. O termo foi descrito no artigo 9 da Convenção de Viena sobre relações diplomáticas.
Ministro israelense diz que palavras de Lula 'são uma vergonha e uma desgraça'
No final da semana, Lula classificou como "genocídio" e "chacina" a resposta de Israel na Faixa de Gaza aos ataques terroristas promovidos pelo Hamas no início de outubro. Ele comparou a ação israelense ao extermínio de milhões de judeus pelos nazistas chefiados por Adolf Hitler no século passado (veja vídeo abaixo).
"O que está acontecendo na Faixa de Gaza e com o povo palestino não existe em nenhum outro momento histórico. Aliás, existiu: quando o Hitler resolveu matar os judeus", disse Lula.
O petista fez a afirmação após ser questionado sobre a decisão de alguns países de suspender repasses financeiros à Agência da ONU para os Refugiados Palestinos (UNRWA, na sigla em inglês) — entenda mais abaixo o que está acontecendo com a agência.
Lula deu as declarações durante entrevista em Adis Abeba, na Etiópia, onde participou nos últimos dias da 37ª Cúpula da União Africana e de reuniões bilaterais com chefes de Estado do continente.
Lula compara guerra em Gaza com ações de Hitler
Embaixador convocado
No domingo (18), Netanyahu disse que decidiu convocar o embaixador do Brasil para uma reunião sobre a fala de Lula.
Em uma rede social, o premiê declarou que a afirmação banaliza o Holocausto – genocídio promovido na Segunda Guerra Mundial contra cerca de seis milhões de judeus.
"Comparar Israel ao Holocausto nazista e a Hitler é ultrapassar uma linha vermelha. Israel luta por sua defesa e garantia do seu futuro até a vitória completa", declarou Netanyahu.
Sede da UNRWA na Faixa de Gaza. Entidade também está presente na Cisjordânia, Síria, Líbano e Jordânia
Picture alliance/dpa/APA/ZUMA Press Wire
O que está acontecendo com a UNRWA?
Alguns funcionários da Agência das Nações Unidas de assistência aos palestinos (UNRWA) foram acusados no final de janeiro de estarem envolvidos no ataque do Hamas, em Israel, em 7 de outubro de 2023. O porta-voz do governo israelense, Eylon Levy, afirmou que o lugar é uma fachada para o grupo terrorista.
"A agência foi comprometida de três maneiras: contratando terroristas em massa, deixando suas instalações serem usadas para atividades militares do Hamas e se apoiando no Hamas para a distribuição da ajuda na Faixa de Gaza", afirmou.
À época, a agência afirmou que os funcionários foram demitidos enquanto uma investigação é feita. Segundo o secretário-geral da ONU, Antonio Guterres, um relatório preliminar da equipe de auditoria será apresentando até o final de março, com entrega de um relatório definitivo até o final de abril, que será público.
ONU escolhe ex-ministra da França para investigar agência
Após a acusação, dez dos principais países financiadores da agência suspenderam temporariamente suas doações à entidade: Alemanha, EUA, Austrália, Japão, Itália, Holanda, Canadá, Finlândia, Suíça e Reino Unido.
Um porta-voz da agência também disse que se o financiamento não for retomado, a UNRWA conseguirá prestar seus serviços em toda a região, incluindo Gaza, até fevereiro.
A UNRWA, criada em 1949 após a primeira guerra árabe-israelense, oferece serviços que incluem educação, cuidados primários de saúde e ajuda humanitária aos palestinos em Gaza, Cisjordânia, Jordânia, Síria e Líbano.

Source: EUA dizem não concordar com fala de Lula comparando ofensiva de Israel em Gaza ao Holocausto
#3
LEIA SEMPRE AQUI! / EUA vetam resolução da ONU pel...
Última mensagem por noticias - 24, Fevereiro, 2024, 23:58
EUA vetam resolução da ONU pela 3ª vez desde início da guerra entre Israel e Hamas


     A Argélia havia proposto uma resolução que pedia um cessar-fogo humanitário imediato. Treze membros do Conselho de Segurança da ONU aprovaram a medida, mas os EUA, que são um membro permanente do conselho e têm poder de veto, bloqueram o texto. ONU: EUA vetam pela terceira vez cessar-fogo em Gaza
Os Estados Unidos vetaram pela terceira vez uma proposta de resolução do Conselho de Segurança da Organização das Nações Unidas (ONU) sobre a guerra entre Israel e Hamas. O texto que foi vetado exigia um cessar-fogo humanitário imediato.
Treze membros do conselho votaram nesta terça-feira (20) a favor do texto redigido pela Argélia. O Reino Unido se absteve.
✅ Clique aqui para seguir o canal de notícias internacionais do g1 no WhatsApp
"Um voto a favor desse projeto de resolução é um apoio ao direito dos palestinos à vida. Por outro lado, votar contra implica um endosso à violência brutal e à punição coletiva infligida a eles", disse o embaixador da Argélia na ONU, Amar Bendjama, ao conselho antes da votação.
A embaixadora dos EUA na ONU, Linda Thomas-Greenfield, já havia sinalizado no sábado que o país vetaria o projeto de resolução devido à preocupação de que a decisão poderia prejudicar as negociações entre EUA, Egito, Israel e Catar, que buscam intermediar uma pausa na guerra e a libertação dos reféns mantidos pelo Hamas na Faixa de Gaza.
EUA vetam resolução da ONU pela 3ª vez desde início da guerra entre Israel e Hamas em conferência do Conselho de Segurança nesta terça-feira, 20 de fevereiro de 2024.
Mike Segar/Reuters
"Qualquer ação que este conselho tome neste momento deve ajudar, e não atrapalhar essas negociações sensíveis e contínuas. E acreditamos que a resolução que está sendo discutida agora teria, de fato, um impacto negativo sobre essas negociações", disse Thomas-Greenfield ao conselho antes da votação.
"Exigir um cessar-fogo imediato e incondicional sem um acordo que exija que o Hamas liberte os reféns não trará uma paz duradoura. Em vez disso, isso poderia prolongar a luta entre o Hamas e Israel", disse ela.
EUA e Israel são considerados aliados históricos. Os EUA chegaram a vetar resoluções que pediam um cessar-fogo na guerra:
O primeiro, em outubro do ano passado, um texto redigido pelo representante do Brasil no Conselho de Segurança da ONU.
O segundo, em dezembro de 2023, em uma reunião convocada pelo secretário-geral da ONU.
Israel divulga imagens de túnel do Hamas que liga escola a agência da ONU
EUA propuseram um projeto
Desde então, os EUA propuseram um projeto de resolução rival pedindo um cessar-fogo temporário na guerra entre Israel e Hamas e se opondo a uma grande ofensiva terrestre de Israel em Rafah, de acordo com o texto visto pela Reuters. A comissão disse que planeja dar tempo para as negociações e não se apressará em votar.
Até agora, o governo dos EUA tinha sido avesso à palavra cessar-fogo em qualquer resolução da ONU sobre a guerra entre Israel e Hamas, mas o texto dos EUA ecoa a linguagem que o presidente Joe Biden disse ter usado na semana passada em conversas com o primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu.
O projeto de resolução dos EUA prevê que o Conselho de Segurança "enfatize seu apoio a um cessar-fogo temporário em Gaza assim que possível, com base na fórmula de libertação de todos os reféns, e pede o levantamento de todas as barreiras à prestação de assistência humanitária em escala."
A resolução redigida pela Argélia e vetada pelos EUA não vinculava o cessar-fogo à libertação dos reféns. Ela exigia separadamente um cessar-fogo humanitário imediato e a libertação imediata e incondicional de todos os reféns.

Source: EUA vetam resolução da ONU pela 3ª vez desde início da guerra entre Israel e Hamas
#4
LEIA SEMPRE AQUI! / Argentina corta gastos e tem s...
Última mensagem por noticias - 23, Fevereiro, 2024, 23:57
Argentina corta gastos e tem superávit mensal pela 1ª vez em 12 anos, mas sofre com pobreza e inflação em alta


     Presidente Javier Milei comemorou resultado nas redes sociais, e prevê uma recuperação da economia em cerca de três meses. Posse do presidente Javier Milei em Buenos Aires em 10 de dezembro de 2023
Agustin Marcarian/REUTERS
O governo da Argentina anunciou, na noite de sexta-feira (16), que obteve superávit fiscal em janeiro pela primeira vez em quase 12 anos. O superávit acontece quando as receitas do governo são maiores que as despesas.
Desde a posse, o presidente ultraliberal Javier Milei instaurou fortes medidas de corte de gastos no país. O balanço para as finanças do setor público argentino foi positivo no primeiro mês completo: o superávit foi de cerca de US$ 589 milhões (R$ 2,93 bilhões no câmbio oficial). A cifra também contempla o pagamento de juros da dívida pública.
É o "primeiro superávit financeiro [mensal] desde agosto de 2012 e o primeiro superávit financeiro em um mês de janeiro desde 2011", indicou o Ministério da Economia do país.
Zerar o déficit público é a principal meta da gestão de Milei. Para isso, o governo tem revisado subsídios e paralisado investimentos públicos no país. A ideia é recompor reservas internacionais para afastar a crise de confiança de investidores internacionais e reequilibrar o câmbio.
Além disso, a Argentina mantém um acordo de empréstimo de US$ 44 bilhões (aproximadamente R$ 219 bilhões) com o Fundo Monetário Internacional (FMI), que prevê a reorganização da economia.
O desequilíbrio causou uma inflação na Argentina que passa dos 250% em 12 meses, segundo o instituto oficial de estatísticas, o Indec. Trata-se de uma das variações interanuais mais altas do mundo.
A pobreza alcança 45% da população, segundo dados oficiais. Um estudo, inicialmente publicado pelo jornal Ámbito Financiero, projeta números ainda maiores: 57,4% dos argentinos vivendo abaixo da linha de pobreza, mais de 26 milhões de pessoas.
Milei sofre grande derrota ao não conseguir aprovar mudanças legislativas na Argentina
Milei comemorou o resultado
O ministro da Economia argentino, Luis Caputo, comentou o resultado em um post na rede social X (antigo Twitter). "Déficit zero não se negocia", disse.
"Vaaaamooos Toto!", respondeu Milei pela mesma rede social em referência a Caputo, para em seguida acrescentar seu lema de campanha, que também se transformou em slogan de seu governo: "Viva a liberdade, carajo!"
Com os números de inflação em alta e pobreza aumentando, a gestão aposta em uma piora de indicadores nos próximos três meses.
"Será como uma espécie de 'V', um primeiro momento de queda, com o período mais difícil em torno de março e abril, que é quando chegará ao fundo e, a partir daí, começará a se recuperar. E quando se abrir o 'cepo' [restrições ao acesso a dólares que se mantém desde 2019], a economia vai disparar", estimou Milei.
Também na sexta-feira (16), o presidente recusou a possibilidade de estabelecer um novo salário mínimo que compense a inflação anual de 250%. A CGT, principal central sindical argentina, de orientação opositora, solicitou no Conselho do Salário Mínimo um aumento de 85%.
"Não acredito que um político possa definir um preço à mão. Nem passa pela minha cabeça. Eu vou emitir um decreto fixando um preço?", disse Milei, após o fracasso do Conselho em aumentar o valor atual de 156 mil pesos (R$ 928, no câmbio oficial atual).
Milei afirma que o salário mínimo é "uma questão que deve ser abordada por trabalhadores e empregadores", sem intervenção do Estado.
* Com informações da agência France Presse

Source: Argentina corta gastos e tem superávit mensal pela 1ª vez em 12 anos, mas sofre com pobreza e inflação em alta
#5
CIÊNCIA e RELIGIÃO! / Re:  Quem tem ouvidos ouça...
Última mensagem por marcosbr - 23, Fevereiro, 2024, 23:32
 É muita coisa para um tópico só.
 Mas a própria biblia da o caminho das pedras...
 Muitos entendem que tudo se cumpriu em daniel. Mas será mesmo?
 "Quanto a ti, Daniel, guarda isso secreto, e conserva este livro lacrado até o tempo final. Muitos daqueles que a ele recorrerem verão aumentar seu conhecimento." (Daniel 12:4) "Ouvi essas palavras, mas sem entendê-las. Meu senhor, perguntei, qual será a conclusão de tudo isso? Vamos, Daniel, respondeu; esses oráculos devem ficar fechados e lacrados até o tempo final." (Daniel 12:8 e 9)
Nestes versos, o profeta recebe instruções para selar o livro, ou a profecia, até o tempo final e ouve do progresso da ciência e ele mesmo fica sem entender a conclusão destas coisas. Muitos pensam que foi a multiplicação da ciência que permitiu abrir o livro, porém é mais correto entender que o conhecimento se multiplicou porque o livro foi aberto, não o contrário. O verso diz claramente que aqueles que recorrerem ao livro terão seu conhecimento aumentado.
Em Daniel há um livro fechado, mas em Apocalipse há um livro aberto. "Segurava na mão um pequeno livro aberto. Pôs o pé direito sobre o mar, o esquerdo sobre a terra." (Apocalipse 10:2) Daniel é o "Apocalipse" do Antigo Testamento e o Apocalipse é o "Daniel" do Novo Testamento. E, tanto um como o outro foram rejeitados em seus respectivos cânones. O Apocalipse só foi aceito por volta do século XVI no cânone cristão. E Daniel ainda não é bem aceito nos círculos judaicos. A rejeição era tanta que fez Jesus recomendar sua leitura:"Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, atenda". (Mateus 24:15) Esta rejeição ao livro, principalmente nos círculos ortodoxos judaicos, tem dificultado a compreensão sobre o Messias. A igreja cristã, pelo contrário, aceita tanto Daniel como Apocalipse.
Aceitar as profecias de Daniel é ter em mãos uma chave de entendimento. Por isso, é a igreja que abre o livro selado ao mundo. É a pregação do evangelho através da igreja que faz o conhecimento se multiplicar. Foi justamente isto que aconteceu na história medieval. Quando, no século XII, a Bíblia foi traduzida para as línguas vernáculas, principiou uma grande revolução cultural. As pessoas, no anseio de ler a Bíblia, correram atrás do conhecimento. Daí seguiu-se uma revolução na ciência. Foi no fim da Alta Idade Média que o evangelho começou a se espalhar pelo mundo com a pregação dos vários grupos não conformes com a religião oficial do Sacro Império, o catolicismo. Isto confirma a profecia de Apocalipse 10:11: "Então foi-me explicado: Urge que ainda profetizes de novo a numerosas nações, povos, línguas e reis."
E é exatamente o fim da Alta Idade Média que marca o momento mais fragilizado do poder do "povo santo". Isto concorda com Daniel 12:7 que diz que o poder do povo de Deus iria se "espalhar" para então se cumprir "todas estas coisas". Neste momento está transcorrendo "um tempo, tempo e na metade de um tempo", ou seja, os 1.260 dias proféticos, ou 1.260 anos literais (538 a 1.798 d.C.). Note também que este período é o mesmo citado no capítulo 7:25 e Apocalipse 12:6, 14 e 13:5, em que a Igreja esteve oculta no deserto, para ser preservada da perseguição papal, ou do anticristo. Neste momento estão se cumprindo as "maravilhas" de Daniel 12.

João 8:32 (Conhecereis a verdade e a verdade vos libertará)
#6
CIÊNCIA e RELIGIÃO! / Re:  Quem tem ouvidos ouça...
Última mensagem por marcosbr - 23, Fevereiro, 2024, 23:11
Como foi dito por você...
Esta canção descreve bem os tempos atuais!


A biblia relata uma coisa bem clara nos dias de hoje : "As virtudes do céu serão abaladas"
A ciencia e os homens se proclamam "pequenos deuzes", acreditam que tudo podem.
Alguns se auto-proclamaram enviados de Deus.
Fujam deles!!!
#7
LEIA SEMPRE AQUI! / Trio é preso suspeito de matar...
Última mensagem por noticias - 23, Fevereiro, 2024, 20:03
Trio é preso suspeito de matar jovem que tentou impedir tráfico de drogas no interior do AM, diz polícia


     Vítima foi atingida por três tiros em janeiro deste ano, em Manacapuru.  Caso foi registrado na delegacia de Manacapuru, no interior do AM.
Divulgação/Polícia Civil
Três homens foram presos, nesta sexta-feira (23), suspeitos de matar uma jovem de 18 anos em Manacapuru, no interior do estado. A suspeita é de que a mulher tenha sido assassinada a tiros após tentar impedir o tráfico de drogas em uma região da cidade.
Conforme o delegado Rafael Allemand, a vítima foi atingida com três tiros, no dia 25 de janeiro deste ano, em um comércio no bairro Castanheira. Na ocasião, dois homens chegaram em uma motocicleta, o garupa desceu, entrou no local e efetuou os disparos contra a jovem.
"As investigações iniciaram logo após o crime, sendo possível chegar inicialmente à identificação de um deles. Ele prestou depoimento, confirmou sua participação e falou sobre o modus operandi e a motivação da ação criminosa", disse o delegado.
Segundo a autoridade policial, diante da declaração do homem, foi representada à Justiça por medidas cautelares de busca e apreensão e prisão temporária dos demais autores.
"A vítima não teve chance de defesa e constatamos que a motivação seria o fato dela estar tomando medidas para impedir a comercialização de drogas naquela localidade, por isso teve a morte decretada pelo grupo criminoso", explicou Allemand.
Os três suspeitos tiveram suas prisões temporárias cumpridas na manhã de hoje em locais distintos do município. O trio responderá por homicídio qualificado, eles passarão por audiência de custódia e ficarão à disposição da Justiça.
Vídeos mais assistidos do Amazonas

Source: Trio é preso suspeito de matar jovem que tentou impedir tráfico de drogas no interior do AM, diz polícia
#8
LEIA SEMPRE AQUI! / Polícia Militar e Semma resgat...
Última mensagem por noticias - 22, Fevereiro, 2024, 20:03
Polícia Militar e Semma resgatam 5 tartarugas e apreendem 200 kg de carne; suspeito foi preso


     Cada tartaruga apreendida em posse do suspeito gerou multa de R$ 5 mil devido à condição de espécie ameaçada, totalizando uma penalidade de R$ 75 mil. Cascos de tartarugas mortas foram encontrados mortos no quintal da casa do suspeito
Kabi Martins
Uma operação conjunta entre a Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Semma) e a Polícia Militar  apreendeu 5 tartarugas, além de carnes de 10, que foram mortas para comercialização. O flagrante aconteceu na tarde de quarta-feira (21), em uma residência no bairro Residencial Esperança, no município de Alenquer, oeste do Pará. O responsável pela posse ilegal dos animais foi preso e encaminhado à delegacia.
✅ Siga o canal g1 Santarém e Região no WhatsApp
O suspeito, identificado como Nielson Sarmento, teria confessado o crime à equipe que participou da operação. Segundo informações da polícia, Nielson informou que a carne possivelmente seria comercializada em Manaus (AM).
O secretário de Meio Ambiente de Alenquer, Benedito Aragão, informou que a ação aconteceu depois que a polícia recebeu denúncia anônima informando a atividade suspeita na casa do suspeito.
"Assim que fomos alertados, nossa equipe se deslocou até o local em conjunto com a Polícia Militar, onde flagramos o indivíduo tratando os animais já mortos", contou Aragão.
Cada tartaruga apreendida em posse do suspeito gerou multa de R$ 5 mil devido à condição de espécie ameaçada, totalizando uma penalidade de R$ 75 mil para o infrator. Além disso, a Semma está conduzindo um processo administrativo para garantir a aplicação de medidas adicionais.
As tartarugas vivas foram devolvidas à natureza
Cabo Martins
"Cada exemplar de tartaruga, por se tratar de um animal que está na lista de extinção do Ibama, pode implicar em multa de R$ 5 mil, e a multa do cidadão ficou em torno de R$ 75 mil", informou Benedito Aragão.
Os animais resgatados foram soltos nesta quinta-feira (22) na margem do Rio Surubiú, enquanto as carnes dos que estavam sendo tratados foram entregues à Secretaria de Agricultura para doação.
"Nós entramos em contato com o pessoal do Ibama para ver qual o procedimento correto em relação à carne, e eles nos repassaram que, por se tratar de uma carne de origem de animal silvestre, ela precisaria do laudo de um veterinário para poder fazer a distribuição. Entramos em contato com o secretário de Agricultura, que nos forneceu o veterinário, que deu o laudo, e o procedimento agora será fazer a divisão dessa carne em porções menores, porque ela estava em um saco maior. São cerca de 200 quilos de carne de tartaruga", explicou Aragão.
A carne dos animais encontrada em sacos, será doado à população
Kabi Martins
Segundo Benedito Aragão, o Ministério Público será acionado para garantir que os responsáveis sejam devidamente penalizados de acordo com a lei, para que assim possa evitar futuros crimes dessa natureza, principalmente nas áreas de preservação: Praia de Nova Aurora (Alenquer) e Praia do Meio (Curuá). (Assista ao vídeo do secretário).
O secretário de Meio Ambiente de Alenquer, Benedito Aragão, falou sobre a ação
Ainda de acordo com Benedito, para combater a pesca predatória e o tráfico de animais silvestres é muito importante o apoio da população, que deve denunciar à polícia esse tipo de crime ao meio ambiente.
"Estamos vigilantes e empenhados em proteger nossa fauna e flora. Agradeço à Polícia Militar e à Polícia Civil pela parceria, e continuaremos trabalhando incansavelmente em defesa do meio ambiente", concluiu o secretário Benedito Aragão.
VÍDEOS: mais vistos do g1 Santarém e Região

Source: Polícia Militar e Semma resgatam 5 tartarugas e apreendem 200 kg de carne; suspeito foi preso
#9
LEIA SEMPRE AQUI! / Duas pessoas morrem em acident...
Última mensagem por noticias - 21, Fevereiro, 2024, 20:00
Duas pessoas morrem em acidente entre carro e carreta na BR-354, em Formiga


     Segundo a PMRv, as duas vitimas estavam no carro. Acidente aconteceu na tarde desta quarta-feira (21). Acidente entre carreta e carro na BR-354
PMRv/Divulgação
O motorista e a passageira de um carro morreram após colisão com carreta no km 489 da BR-354, em Formiga, na tarde desta quarta-feira (21).
Compartilhe no WhatsApp
Compartilhe no Telegram
Segundo a Polícia Militar Rodoviária (PMR), o motorista da carreta, de 56 anos, contou que, por causa da pista molhada, o veículo aquaplanou e ele perdeu o controle da direção. Assim, a carreta atingiu a contramão e houve a colisão lateral com o carro.
Os dois ocupantes do carro morreram no local. Eles ainda não foram identificados.
🔔 Receba no WhatsApp notícias do Centro-Oeste de MG 
A perícia técnica da Polícia Civil esteve no local e realizou os trabalhos de praxe. Os corpos das vítimas foram liberados para a funerária de plantão.
Motorista e passageira do carro morreram após o acidente
PMRv/Divulgação
LEIA TAMBÉM:
ROUBO: Motorista de caminhão feito refém por cerca de 260 km é abandonado em Córrego Danta
EM IGARATINGA: Homem é detido após ir em cartório e apresentar carteira de habilitação com indícios de falsificação em MG
📲 Siga as redes sociais do g1 Centro-Oeste MG: Instagram, Facebook e Twitter
📲 Receba no WhatsApp as notícias do g1 Centro-Oeste MG
VÍDEOS: veja tudo sobre o Centro-Oeste de Minas

Source: Duas pessoas morrem em acidente entre carro e carreta na BR-354, em Formiga
#10
CIÊNCIA e RELIGIÃO! / Re:  Quem tem ouvidos ouça...
Última mensagem por Percí - 21, Fevereiro, 2024, 10:49
(Quando, pois, virdes que a abominação da desolação, de que falou o profeta Daniel, está no lugar santo; quem lê, entenda;           Mateus 24:10-15)
Nesse caso pode ser a atual guerra em Israel a última de que fala o apocalipse, não acho loucura porque a coisa vai tão mal que só tende a piorar, há tantos conflitos mundiais hoje que nem se pode mais enumerá-los se o fim ainda não chegou está certamente muito próximo  :ami15: