Procuradores da Argentina pedem julgamento de Cristina Kirchner e filhos por lavagem de dinheiro

Iniciado por noticias, 23Dezembro2018, 09:01

« anterior - seguinte »

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

noticias

Procuradores da Argentina pedem julgamento de Cristina Kirchner e filhos por lavagem de dinheiro


   Investigação busca determinar ex-presidente recebeu pagamentos de empresários do setor de obras públicas através de contratos de hospedagem em um hotel. Cristina Kirchner deixa corte federal em Buenos Aires, em imagem de arquivo
Eitan Abramovich/ AFP
O Ministério Público da Argentina apresentou nesta sexta-feira (21) um pedido para que a ex-presidente e senadora Cristina Kirchner e outros 18 acusados, entre eles seus filhos, sejam levados a julgamento por suspeita de lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.
O pedido está ligado a supostas irregularidades envolvendo empresários do setor de obras públicas através de uma empresa administrada pela família da atual senadora, no caso conhecido como Hotesur.
O pedido, assinado nesta sexta pelos procuradores Gerardo Pollicita e Ignacio Mahiques, alcança, entre outros, os filhos de Kirchner, Máximo e Florencia Kirchner, e o empresário Lázaro Báez, dedicado ao setor da construção, com vínculos muito estreitos com a família Kirchner e que está na prisão desde 2016 por outro caso.
Florencia e Máximo Kirchner, filhos da ex-presidente Cristina Kirchner
Francisco Munoz/ NA/OPI SANTA CRUZ/ AFP
Na investigação, os procuradores buscam determinar se a família da ex-presidente recebeu pagamentos por parte de empresários do setor de obras públicas através de contratos de hospedagem um hotel administrado pela companhia Hotesur, no qual Cristina Kirchner e seus dois filhos têm participação.
O caso teve início em novembro de 2014 por uma denúncia da então deputada opositora Margarita Stolbizer.
Em maio deste ano, o juiz responsável pelo caso, Julián Ercolini, processou Kirchner, seus filhos e sua sobrinha Romina Mercado, entre outros, por suposta lavagem de dinheiro e formação de quadrilha.
Em novembro de 2017, a ex-presidente prestou depoimento por esse caso, negou todas as acusações e afirmou que as atividades da Hotesur tinham sido plenamente legais.
Nesta quinta, a Justiça da Argentina pediu a prisão preventiva de Cristina Kirchner por outro caso de suspeita de corrupção, conhecido como "cadernos das propinas",  uma rede de supostos subornos que envolve dezenas de empresários e ex-funcionários do governo.
Kirchner, no entanto, não foi presa porque tem foro parlamentar como senadora. Até agora, o Senado não discutiu o pedido do juiz Claudio Bonadio para retirar a imunidade da ex-presidente.

Source: Procuradores da Argentina pedem julgamento de Cristina Kirchner e filhos por lavagem de dinheiro