avatar_marcosbr

Atividade cerebral dispara logo antes da morte!

Iniciado por marcosbr, 21,Março, 2017, 19:46:19 pm

« anterior - seguinte »

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

marcosbr



Coloquei aqui, pois é um estudo bem sério e interessante.
Mas para afirmar uma morte "plena" Devemos levar em conta que estes aparelhos  medem a atividade do cérebro. (corpo)
Esta atividade cerebral medida por maquinas, logicamente finda com a morte. "O "homem é pó e ao pó retornará"
Achei mais interessante ainda esta parte onde fala que os neurônios perdem a capacidade de "reter" energia.
Aí entraria outra coisa...  Estas maquinas não identificam o que acontece com esta energia que não é mais retida. (solta)

Mas enfim... Leiam a conclusão do estudo e tirem as suas:
 
Estudo revela que o córtex cerebral acelera logo antes do óbito. E isso pode explicar as experiências extracorpóreas


Entrar num túnel de luzes. A sensação de sair do próprio corpo. Encontrar parentes e amigos já falecidos. Muitas pessoas que estiveram perto da morte relatam ter passado por experiências como essas, que a ciência nunca conseguiu explicar. Mas um estudo impressionante, que pela primeira vez revelou o que acontece no cérebro durante a morte, parece ter começado a desvendar o mistério.

Usando um aparelho de eletroencefalograma, um grupo de médicos monitorou a atividade cerebral de 7 pessoas enquanto elas morriam. Todas eram pacientes terminais, entre 34 e 74 anos, que sofriam de cirrose, falência múltipla dos órgãos, septicemia, insuficiência cardíaca ou câncer. Os doentes estavam sob efeito de sedativos e só sobreviviam com a ajuda de aparelhos – que, a pedido de suas famílias, foram desligados.

A atividade cerebral dos pacientes ia ficando cada vez menor. Mas, nos últimos momentos antes da morte, o córtex cerebral (área responsável pela consciência) simplesmente disparava, e permanecia 30 a 180 segundos num nível muito mais alto, antes de cessar de vez. Isso acontece porque, quando os neurônios ficam sem oxigênio, perdem a capacidade de reter energia e começam a disparar em sequência – num efeito dominó que poderia provocar alucinações. "Isso pode explicar as experiências extracorpóreas relatadas por pacientes que quase morreram", afirma o estudo, assinado por 4 médicos da Universidade George Washington.

Fonte: "super.abril.com.br"


No próximo tópico sobre o assunto veremos um estudo parecido "pós morte"
Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela, corre por nossa conta. (Chico Xavier)

TinyPortal 1.6.5 © 2005-2020