Multa pra quem fizer aglomeração com bebida na Catalunha pode passar dos 90 mil reais

Iniciado por noticias, 29Julho2020, 21:01

« anterior - seguinte »

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

noticias

Multa pra quem fizer aglomeração com bebida na Catalunha pode passar dos 90 mil reais


   Medida quer desincentivar o tradicional "botellón", costume espanhol de beber nas ruas ou praças em grandes grupos; infratores podem pagar entre 3 mil e 15 mil euros. Uma garçonete com luvas e máscara protetora carrega uma bandeja enquanto clientes são vistos em um bar em Barcelona, na ​​Espanha, nesta segunda-feira (25)
Emilio Morenatti/AP
O governo da Catalunha informou nesta terça-feira (28) que a prática conhecida como "botellón" –costume espanhol de beber em vias públicas e em aglomeração– está proibida em toda a comunidade autônoma como medida para conter a propagação do novo coronavírus.
Quem descumprir com essa norma vai sentir no bolso: a multa pela infração pode chegar a até 15 mil euros (cerca de R$ 90 mil). A medida foi adotada pela Generalitat, como é chamado o governo local, após o presidente catalão, Quim Torra, ameaçar voltar com um lockdown após novos surtos da Covid.
Novos surtos de coronavírus na Espanha suscitam temores de 'segunda onda' na Europa
Mortos por Covid-19 na Espanha pode ser 60% maior que contagem oficial, diz jornal
Em entrevista coletiva, Meritxell Budó, porta-voz do governo disse que, por razões de saúde pública, o consumo compartilhado de bebidas alcoólicas em vias ou espaços públicos está proibido: "O descumprimento será punido com uma sanção grave, que vai dos 3.001 aos 15.000 euros."
Este anúncio ocorre depois que a Espanha registrou um aumento do número de casos de infecções pelo Sars-Cov-2, o que levou a França e Alemanha a desencorajarem viagens para as regiões mais afetadas do país. O Reino Unido chegou a impor quarentena aos viajantes que chegam do país ibérico.
Máscaras na capital
Um funcionário descobre a frente de um bar pronto para reabrir após mais de dois meses em Madri,  na Espanha, nesta segunda (25)
Paul White/AP
Também nesta terça, a capital espanhola decidiu impor o uso obrigatório de máscara na rua e nas "terrazas" – bares e restaurantes que atendem nas calçadas –, mesmo quando for possível manter uma distância de segurança de 1,5 metros.
A decisão acompanha as medidas tomadas em praticamente todas as 17 comunidades autônomas do país. Isabel Díaz Ayuso, presidente de Madri, – equivalente a governadora da região – disse em entrevista coletiva que o objetivo é não precisar fazer outro confinamento.
A máscara já era obrigatória em todo o país quando não fosse possível manter a distância de segurança. O governo de Madri também limitará as reuniões em espaços públicos para até dez pessoas e pediu para que o mesmo seja feito também dentro de casa.
Além disso, bares, casas de show e locais de entretenimento deverão fechar a 1h30 da noite e guardar um registro de seus clientes para que possam ser localizados rapidamente caso haja alguma confirmação da doença no estabelecimento.
Novos surtos na Espanha fazem governo recomendar uso de máscara dentro de casa
Nova onda de casos
A Espanha, que contabiliza oficialmente mais de 28,4 mil mortos pela pandemia, vivencia um rebote de casos nas últimas semanas.
A França recomendou a seus cidadãos, na sexta-feira, que evitem se deslocar para a Catalunha. A Alemanha desaconselhou nesta terça as viagens "não essenciais" para Aragão, Navarra e também Catalunha.
Londres, por sua vez, estabeleceu uma quarentena de duas semanas para todos os viajantes procedentes da Espanha, uma medida criticada pelo chefe do governo espanhol, Pedro Sánchez, que defendeu que regiões espanholas como os arquipélagos de Baleares ou Canárias são "mais seguros do que o Reino Unido".
Initial plugin text

Source: Multa pra quem fizer aglomeração com bebida na Catalunha pode passar dos 90 mil reais

Similar topics (1)