Autor Tópico: Técnico do futuro!  (Lida 332 vezes)

0 Membros e 1 Visitante estão a ver este tópico.

Offline marcosbr

  • Vivendo e Aprendendo!
  • Administrador
  • *
  • Mensagens: 1008
  • Country: br
  • Karma: +4/-0
  • Sexo: Masculino
    • Ver Perfil
Técnico do futuro!
« em: Dezembro 16, 2017, 00:24:25 am »

Sei que muita gente vai rir...

Mas o técnico em "eletrotônica" esta sendo mais requisitado para geladeiras, lavadoras, ar condicionado, etc. Do que para reparar uma TV por ex...

Se pensarmos bem não é para rir.
Portão eletrônico, baba eletrônica, secretaria eletrônica...

Os profissionais de refrigeração, mecânicos, eletricistas, etc... Estão se embaraçando com seus aparelhos!

Hoje não da para fazer um curso de 24Hs sobre um aparelho "tal" e sair dizendo que se especializou!

Cada vez mais, esta sendo necessário a formação de técnicos em eletrônica. (não é somente técnico de TV)

Além de conhecer circuitos e analises, é praticamente obrigatório conhecer a senhora informática...

Os aparelhos futuros provavelmente serão controlados por Smartphone, ou comando de voz.
Estou falando dos "eletrodomésticos"

As áreas ligadas à eletrônica sofreram grandes mudanças nos últimos anos, sejam mudanças tecnológicas ou mudanças no mercado de trabalho. Será que o que se ensina em eletrônica analógica e digital ainda faz sentido no mundo atual?

O reparo de circuitos é cada vez mais raro. Seja pelo grau de integração dos circuitos, seja pelo custo de material e mão de obra, a troca de placas ou do aparelho completo muitas vezes é a melhor opção;

As manutenções ainda possíveis não são simples, exigem conhecimento e instrumentos especiais.



Cada vez menos se desenvolve e produz equipamentos eletrônicos no Brasil. Podemos lamentar e discutir as causas, mas o fato é que a proporção dos técnicos e engenheiros que vão se dedicar a projeto de circuitos eletrônicos a fim de desenvolver hardware, é cada vez menor.

O projeto de equipamentos eletrônicos por sua vez também mudou. O nível de integração dos componentes faz com que cada vez se desenvolva menos circuito efetivamente. Utilizamos componentes flexíveis com alto grau de integração ou módulos prontos, que serão configurados e programados. O tempo dedicado à programação dos sistemas embarcados é, tipicamente, várias vezes o tempo de desenvolvimento de circuitos;

Na última década é difícil pensar em um desenvolvimento de produto que não tenha utilizado microcontroladores, processadores ou outra forma de programação.

Áreas ligadas à eletrônica de carácter mais sistêmico tiveram grande expansão. Sistêmico descreve o trabalho de integração e parametrização de equipamentos para construção de sistemas complexos. Assim, há hoje grande demanda por técnicos e engenheiros em telecomunicações, automação industrial ou comercial, sistemas de distribuição e geração de energia.



A forma como são organizados os assuntos para se estudar eletrônica é adequada?

O que consideramos fundamentos desse assunto são fundamentos mesmo?

Hoje o conhecimento deve ser sólido. Isto para aqueles que não gostam de patrão...

Ao invés de dizer que a "profissão esta morrendo"

Pense que talvez sejam os profissionais que estão se suicidando!
Deus nos concede, a cada dia, uma página de vida nova no livro do tempo. Aquilo que colocarmos nela, corre por nossa conta. (Chico Xavier)

 

Técnico aposentado ou não?

Iniciado por marcosbr

Respostas: 2
Visualizações: 293
Última mensagem Agosto 28, 2017, 18:53:49 pm
por marcosbr
Desabafo técnico !

Iniciado por naldonet

Respostas: 7
Visualizações: 513
Última mensagem Dezembro 23, 2017, 21:01:03 pm
por Marcos
Um canal para o futuro da eletrônica!

Iniciado por marcosbr

Respostas: 0
Visualizações: 725
Última mensagem Março 06, 2016, 19:59:20 pm
por marcosbr
O Brasil que eu quero para o futuro!

Iniciado por marcosbr

Respostas: 0
Visualizações: 212
Última mensagem Abril 08, 2018, 19:50:20 pm
por marcosbr
O Natal do futuro incerto!

Iniciado por marcosbr

Respostas: 0
Visualizações: 625
Última mensagem Dezembro 17, 2015, 23:12:20 pm
por marcosbr