19, Janeiro, 2022, 05:07

Notícias:

USE MASCARA e VACINE-SE!


Mensagens recentes

Páginas1 2 3 ... 10
1
LEIA SEMPRE AQUI! / Incêndio atinge casa geminada,...
Última mensagem por noticias - Ontem às 14:07
Incêndio atinge casa geminada, e crianças são resgatadas em Vespasiano, na Grande BH


   Segundo bombeiros, briga entre irmãos causou incêndio. Estrutura do telhado ficou comprometida, e Defesa Civil foi acionada. Incêndio atinge casa com três moradores em Vespasiano, na Grande BH.
Raquel Freitas / g1 Minas
Um incêndio mobiliza o Corpo de Bombeiros no início da tarde desta terça-feira (18), em Vespasiano, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a corporação, as chamas atingiram uma casa geminada.
Segundo testemunhas que acionaram os militares, três moradores estavam no imóvel, sendo duas crianças, de 10 e 14 anos. Por volta das 13h, os bombeiros informaram que todos já haviam sido retiradas do local sem ferimentos.
Os bombeiros disseram que uma briga entre irmãos teria motivado o incêndio.
Incêndio atinge casa em Vespasiano, na Grande BH
Às 13h, militares seguiam no combate às chamas, que se concentravam no segundo andar do imóvel. Pouco depois, o incêndio foi controlado.
A casa fica a poucos quarteirões do pelotão do Corpo de Bombeiros.
Fogo foi controlado às 13h20. Ele comprometeu a estrutura do telhado da casa, e a Defesa Civil foi acionada.
Raquel Freitas / g1
O cabo Fabrício Júnior da Silva, que estava de folga, havia ido à unidade da corporação neste início de tarde, quando um motociclista passou pelo local e avisou sobre o incêndio.
Na mesma hora, ele e um colega foram até o endereço informado.
"Chegamos aqui e deparamos com o quarto totalmente em chamas. Tiramos muito material que poderia vir a se incendiar também. Na casa vizinha, retiramos os moradores devido ao risco porque estava muito quente já e o incêndio poderia passar para o ambiente vizinho. E conseguimos com o vizinho do lado pegar uma mangueira de jardim e iniciar o combate às chamas", disse.
Ainda de acordo com a corporação, o fogo comprometeu a estrutura do telhado da casa, e a Defesa Civil foi acionada.
Os vídeos mais assistidos no g1 Minas:

Source: Incêndio atinge casa geminada, e crianças são resgatadas em Vespasiano, na Grande BH
2
AREA DOS AMIGOS! / Como devo me proteger de raios...
Última mensagem por marcosbr - 17, Janeiro, 2022, 19:22

Segundo o Grupo de Eletricidade Atmosférica do Inpe, a probabilidade de uma pessoa morrer por causa de um raio ao longo da vida é de uma para 25 mil.



Em caso de tempestades, a orientação é buscar um abrigo e evitar entrar na água do mar, rios ou piscinas. Também é recomendado se afastar de locais altos ou de objetos metálicos.

Se não houver abrigos seguros por perto, as orientações são as seguintes:

Entre em um veículo não conversível e feche as portas e vidros, evitando contato com a lataria;
Entre em moradias ou prédios, mantendo distância das redes elétrica, telefônica e hidráulica, de portas e janelas metálicas;
Entre em abrigos subterrâneos, tais como metrôs ou túneis.

As pessoas também devem evitar, durante tempestades:

Colher frutas, abrigar-se ou caminhar perto de árvores;
Ficar próximo a animais ou andar a cavalo;
Ficar próximo a cerca de arame;
Carregar ou ficar próximo a objetos metálicos pontiagudos, como enxadas, pás e facões;
Ficar próximo de veículos, como tratores, carros ou dentro de carroceria de caminhão;
Abrigar-se em áreas cobertas, que protegem da chuva, mas não dos raios, como varandas, barracos e celeiros.
Utilizar equipamentos elétricos ligados à rede elétrica ou ficar perto de tomadas;
Falar ao telefone com fio ou utilizar celular conectado ao carregador;
Tomar banho em chuveiro elétrico;
Ficar próximo a janelas e portas metálicas;
Ficar próximo à rede hidráulica (torneiras e canos).

Tenha muito cuidado, no Brasil a ocorrência de raios é muito grande!

https://amigosdaeletronica.com.br/static/raio.mp4
3
LEIA SEMPRE AQUI! / Com demissões de funcionários,...
Última mensagem por noticias - 17, Janeiro, 2022, 14:01
Com demissões de funcionários, tratamento de hanseníase pode ser paralisado em Uberlândia; MPF acompanha situação


   Credesh, ligado ao Hospital de Clínicas da UFU, não está contemplado no contrato firmado com a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares e, com isso, colaboradores são desligados. Entenda o caso. Prédio do Centro de Referência Nacional de Atendimento em Hanseniase e Dermatologia Sanitária no Bairro Jardim Brasília, em Uberlândia
Google Street View/Reprodução
O atendimento aos pacientes pode parar no Centro de Referência Nacional de Atendimento em Hanseníase e Dermatologia Sanitária (Credesh) devido à falta de funcionários. A unidade é vinculada ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU) e os colaboradores do centro foram contratados pela antiga administradora do HC-UFU, a Fundação de Assistência, Estudo e Pesquisa de Uberlândia (Faepu).
No entanto, a unidade localizada no Bairro Jardim Brasília não faz parte do contrato firmado com a nova administradora, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) em 2018. A situação chamou a atenção do procurador da República Cléber Eustáquio Neves, que protocolou uma Ação Civil Pública (ACP) contra a UFU e a administradora do Hospital de Clínicas. Veja abaixo.
A Universidade Federal de Uberlândia e a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares comentaram o caso.
Credesh
De acordo com a médica e coordenadora do Credesh, Isabela Goulart, a unidade não é só referência para a população dos 86 municípios do Triângulo Mineiro e Alto Paranaíba, mas também para pacientes do estado e até mesmo do país. Além do tratamento, o centro também é destaque em atividades de ensino e pesquisa.
"Atendemos cerca de 5 mil pacientes por ano. São 55 mil procedimentos e mais de 150 alunos de graduação e pós-graduação passam por aqui anualmente", afirmou a coordenadora.
Ainda segundo a médica, o Credesh ainda atende pacientes, mas a situação pode mudar caso outros funcionários sejam demitidos.
"Hoje faltam 14 funcionários para serem desligados e sem eles o serviço, o ensino e a pesquisa param. Além do atendimento, fazemos pesquisas diferenciadas no diagnóstico de hanseníase latente. Estamos com vários medicamentos para realizar o tratamento precoce", concluiu Goulart.
Centro ligado à UFU que atende casos de hanseníase está com o atendimento comprometido
Ação
O contrato assinado entre a UFU e a Ebserh prevê na fase de transição prevista para ser concluída em junho de 2022, o desligamento de médicos, farmacêuticos, fisioterapeutas e outros funcionários do Centro de Referência Nacional de Atendimento em Hanseníase e Dermatologia Sanitária. Para tentar impedir que o atendimento aos pacientes seja interrompido, o procurador da República Cléber Eustáquio Neves protocolou ação civil pública.
De acordo com o procurador, a Ebserh entendeu equivocadamente que o Credesh não faz parte do Hospital do Clínicas e, por isso, adotou a postura de não contratar novos profissionais. A interrupção vai prejudicar cerca de 5 mil pessoas com hanseníase, que vão ficar sem receber medicações importantes no tratamento da doença.
"Um exemplo é a talidomida, cuja falta de dispensação pode causar eventos desfavoráveis, inclusive a morte. Como se não bastasse, a falta desses profissionais acarretará a solução de continuidade do atendimento aos pacientes, inclusive para realização de procedimentos cirúrgicos, porque é sabido que a hanseníase causa, infelizmente, perdas e disfunções de órgãos vitais", afirmou Eustáquio.
A ação pede intervenção judicial no prazo de 15 dias para que o atendimento não seja comprometido. Ainda segundo o procurador da República, é pedido também a reabertura do serviço de reabilitação da unidade, contratações emergenciais, recomposição do quadro de funcionários, retomada dos serviços e da farmácia e o não desligamento de funcionários.
A multa diária pelo não cumprimento das medidas foi fixada em R$ 10 mil e indenização por dano moral coletivo e material.
O que dizem os citados
Em nota enviada à TV Integração, o Colegiado Executivo do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia informou que, até o momento, não foi notificado sobre o andamento do processo.
Também em nota, a Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares explicou que vai prestar todos os esclarecimentos no andamento do processo. Além disso, afirmou que cabe exclusivamente à UFU tratar sobre os recursos e força de trabalho do Credesh.
Veja na íntegra o posicionamento da Ebserh:
A Empresa Brasileira de Serviços Hospitalares (Ebserh) informa que prestará os devidos esclarecimentos no processo da ação civil pública. É importante destacar que o Centro de Referência Nacional em Hanseniase (Credesh) não faz parte do Contrato de Gestão Especial assinado entre a estatal e a Universidade Federal de Uberlândia (UFU) para a administração do Hospital das Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia (HC-UFU).
Pelo exposto, cabe exclusivamente à UFU tratar sobre recursos orçamentários e a força de trabalho necessários ao funcionamento do Credesh e continuidade dos serviços prestados à população.
VÍDEOS: veja tudo sobre o Triângulo, Alto Paranaíba e Noroeste de Minas

Source: Com demissões de funcionários, tratamento de hanseníase pode ser paralisado em Uberlândia; MPF acompanha situação
4
LEIA SEMPRE AQUI! / Tragédia em Capitólio, desliza...
Última mensagem por noticias - 17, Janeiro, 2022, 03:48
Tragédia em Capitólio, deslizamentos em MG e caso Beatriz: os vídeos mais vistos da semana


   Veja as imagens que foram destaque entre 10 e 14 de janeiro.  Veja as imagens que foram destaque entre 10 e 14 de janeiro.

Source: Tragédia em Capitólio, deslizamentos em MG e caso Beatriz: os vídeos mais vistos da semana
5
LEIA SEMPRE AQUI! / Acusado por sedição, líder ult...
Última mensagem por noticias - 16, Janeiro, 2022, 03:47
Acusado por sedição, líder ultradireitista é preso por invasão ao Capitólio dos EUA


   Stewart Rhodes, fundador do Oath Keepers, e mais dez pessoas, são os primeiros indiciados por sedição, a mais grave das acusações apresentadas contra invasores, e podem ser condenados a até 20 anos de prisão. Rhodes e outro acusado foram detidos nesta quinta (13). Stewart Rhodes, fundador do Oath Keepers, usa um rádio para se comunicar com voluntários antes de um comício do então presidente dos EUA, Donald Trump, em Minneapolis, em foto de 10 de outubro de 2019
Reuters/Jim Urquhart
O líder dos Oath Keepers, um dos principais grupos de ultradireita dos Estados Unidos, e outras dez pessoas foram indiciadas por sedição (termo usado para se referir à organização de rebelião contra autoridade constituída) e conspiração pela invasão ao Capitólio em 6 de janeiro de 2021, anunciou nesta quinta-feira (13) o Departamento de Justiça.
Stewart Rhodes, de 56 anos, que fundou e dirige o grupo extremista, e outro suposto participante da conspiração, Ed Vallejo, foram detidos nesta quinta-feira.
Tratam-se das acusações mais graves apresentadas contra os participantes da invasão ao Capitólio e, se forem considerados culpados, poderão ser condenados a até 20 anos de prisão.
Um ano após a invasão do Capitólio, como está a busca pelos responsáveis?
Cronologia: relembre minuto a minuto a invasão do Congresso dos EUA
Apoiadores de Trump invadem Congresso dos EUA; FOTOS
Nove deles já estavam sendo processados por "conspiração para delinquir" e afetar um processo oficial, ou por atos violentos, o que implica certo grau de coordenação.
A acusação de "sedição", que pode levar a uma condenação de até 20 anos de prisão, vai além. Segundo a ata de acusação, Rhodes "se associou" com alguns de seus colegas "para impedir a transferência pacífica do poder", "usando a violência".
"Organizaram transportes de todo o país até Washington, se equiparam com todo tipo de armas, vestiram uniformes de combate e estavam prontos para responder ao chamado às armas de Rhodes", destaca o documento.
No momento do ataque, este ex-militar que fundou os Oath Keepers em 2009 estava perto do Capitólio, mas não é certo se ele entrou no edifício.
Além de Rhodes, a força pública deteve na quinta-feira, no Arizona, outro membro do grupo radical: Edward Vallejo, de 63 anos.
Vídeos: Os mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Source: Acusado por sedição, líder ultradireitista é preso por invasão ao Capitólio dos EUA
6
LEIA SEMPRE AQUI! / Chinês é condenado por queimar...
Última mensagem por noticias - 15, Janeiro, 2022, 03:46
Chinês é condenado por queimar cabo de internet por conexão lenta


   Homem foi sentenciado a 7 anos de prisão por ter ateado fogo em uma caixa de fibra óptica em uma via pública e derrubar a internet em um hospital público da cidade e em quase 4 mil casas. Chinês é condenado por queimar cabo de internet por conexão lenta
Divulgação/Marcelo Dischinger
Um homem foi condenado a sete anos de prisão na China por ter queimado uma caixa de telecomunicações de fibra óptica, em via pública, irritado com a lentidão da conexão.
Momentos antes, ele havia deixado um cybercafé da cidade reclamando da lentidão da rede.
Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram
Lan cometeu o crime em junho passado e foi encontrado graças à arma do crime, segundo o tribunal da cidade de Cenxi, na província de Guangxi: um isqueiro.
Seu ato derrubou a internet em um hospital público da cidade e em quase 4 mil residências, por um período de 24 a 48 horas.
O "dia de fúria" de Lan causou danos de quase 20 mil yuans (cerca de R$ 17,5 mil na cotação atual).
VÍDEOS: as últimas notícias internacionais

Source: Chinês é condenado por queimar cabo de internet por conexão lenta
7
PEDIDOS DE ESQUEMAS E ARQUIVOS! / Re: TV Sansung Mod.P2470HN cod...
Última mensagem por marcosbr - 14, Janeiro, 2022, 12:42
Parabéns Roberto!
A intenção é está mesmo. Contribuir e ajudar a todos. 
Grato pela contribuição.
8
LEIA SEMPRE AQUI! / Órgão da OMS diz que vacinas d...
Última mensagem por noticias - 14, Janeiro, 2022, 03:45
Órgão da OMS diz que vacinas da Covid 'podem precisar ser adaptadas' para ômicron


   Atualização pode ser necessária para que efetividade dos imunizantes contra a doença permaneça em níveis recomendados. Variantes podem exigir alterações nas vacinas, avalia grupo da OMS
Joyce Ferreira/Comus
Um grupo consultivo técnico estabelecido pela Organização Mundial da Saúde (OMS) disse nesta terça-feira (11) que as vacinas atuais contra a Covid-19 podem precisar ser atualizadas para garantir que sejam eficazes contra novas variantes, como a ômicron.
O grupo técnico, formado por especialistas independentes, disse que consideraria uma mudança na composição das vacinas e enfatizou que os imunizantes precisam ser mais eficazes na proteção contra a infecção.
"A composição das vacinas atuais contra a Covid-19 pode precisar ser atualizada, para garantir que as vacinas contra a Covid-19 continuem a fornecer os níveis de proteção recomendados pela OMS contra infecções e doenças por variantes de preocupação, incluindo a ômicron e variantes futuras", disse o órgão de especialistas independentes em um comunicado enviado a jornalistas pela OMS.
"As vacinas da Covid-19 precisam... provocar respostas imunes amplas, fortes e duradouras para reduzir a necessidade de doses de reforço sucessivas", acrescentou.
"É improvável que uma estratégia de vacinação baseada em doses repetidas de reforço da composição original da vacina seja apropriada ou sustentável".
Como informa a agência Reuters, no entanto, o grupo técnico não chegou a defender uma vacina específica para a ômicron neste momento, dizendo que mais pesquisas são necessárias e instando os fabricantes a compartilhar dados.
O grupo disse que uma vacina atualizada poderia ser direcionada especificamente para a variante dominante, que atualmente é a ômicron em muitos lugares, ou ser uma "vacina multivalente" projetada para eliminar várias variantes de uma só vez. Outras recomendações serão emitidas quando mais dados estiverem disponíveis, acrescentou.
Alguns fabricantes de vacinas já estão desenvolvendo imunizantes de próxima geração visando a Ômicron, a variante altamente contagiosa detectada pela primeira vez no sul da África e em Hong Kong.
Na segunda-feira, o presidente-executivo da Pfizer, Albert Bourla, disse que uma vacina contra a Covid-19 redesenhada que visa especificamente a variante ômicron provavelmente seria necessária, e que seu laboratório pode ter uma pronta para lançamento em março.
A rival Moderna também está trabalhando em uma vacina adaptada à ômicron, mas é improvável que esteja disponível nos próximos dois meses.
Pesquisa da USP
Um estudo inédito feito pelo Instituto de Ciências Biomédicas com 160 pessoas vacinadas concluiu que quem tomou recentemente duas ou três doses de qualquer vacina conseguiu ter alguma proteção contra a variante ômicron, ou seja, produziu anticorpos capazes de neutralizar o vírus.
O virologista e coordenador do estudo, Edison Durigon, explica que a proteção foi maior com a combinação de duas doses de uma mesma vacina e o reforço com uma vacina diferente.
"Se ele neutraliza o vírus ele dá uma proteção. Foi o que vimos em 100% dos indivíduos que tomaram as três doses, ou seja, esquema completo. Estavam bem protegidos contra a ômicron. Tivemos proteção muito alta. E os que tomaram só as duas doses, tivemos entre 30 e 40% de proteção", explica.
O professor esclarece que "proteção" é diferente de "infecção". Ao entrar no organismo, a variante ômicron se replica muito rapidamente. E nosso sistema imune, com a vacina, não chega a impedir a infecção.
"Às vezes a gente confunde muito infecção e proteção. A proteção é contra a doença. Para você proteger contra a infecção, tem que ter anticorpos muito especificos que agem muito rapidamente. Um vírus como a variante ômicron é muito rapido, em 24 a 48 horas a gente ja tem replicação desse virus muito alta. Não da tempo de o  sistema imune proteger contra infecção. Mas o sistema imune depois de 48 horas já tem anticorpos protetores suficientes pra começar a combater o vírus. E ai não dá tempo de a infecção se instalar como doença. Então a doença fica muito mais leve. Essa é a proteção. Ele protege contra doença grave mas não contra infecção por conta da característica desse vírus", explica o pesquisador.
Os  dados da pesquisa ainda são preliminares, e devem ser revisados por outros cientistas, mas reforçam a importância de as pessoas completarem o esquema vacinal.

Source: Órgão da OMS diz que vacinas da Covid 'podem precisar ser adaptadas' para ômicron
9
PEDIDOS DE ESQUEMAS E ARQUIVOS! / Re: TV Sansung Mod.P2470HN cod...
Última mensagem por Roberto Forti - 13, Janeiro, 2022, 16:22
10
PEDIDOS DE ESQUEMAS E ARQUIVOS! / TV Sansung Mod.P2470HN cod. PC...
Última mensagem por Roberto Forti - 13, Janeiro, 2022, 11:57
Amigos Bom Dia...
Preciso do esquema da Fonte deste Aparelho ...
O Q201 provável um Regulador (Detonado) ...
Obrigado ...
Páginas1 2 3 ... 10

TinyPortal 2.1.0 © 2005-2021